A Workana está fazendo aniversário! Entrevistamos o Cléo Batista, empreendedor workaneiro

A Workana está fazendo aniversário! Entrevistamos o Cléo Batista, empreendedor workaneiro

Estamos completando 5 anos de vida no dia 30 de maio de 2017.

São 5 anos de muitas conquistas, durante os quais conseguimos não só facilitar e promover o encontro de clientes e profissionais freelance, mas também divulgar e reafirmar o talento que há na América Latina, o talento que há no Brasil.

 

Para comemorar esta data de alegria e festa para todos nós (muuuuuuuuuita feliz mesmo 😀 lol), nós entrevistamos o Cléo Batista, empreendedor e cliente na Workana desde os primeiros meses de vida da plataforma.

 

O Cléo nos contou como foram as suas primeiras experiências na plataforma, e como foi para ele contratar freelancers workaneiros ao longo destes 5 anos. Espia só:

Workana entrevista Cléo Batista, empreendedor workaneiro!

Workana – Do que se trata o seu negócio?

Cléo – Tenho um projeto chamado Freelup.com (Freedom to Level Up),  que auxilia profissionais pequenos e de baixa renda a ganharem destaque na internet. Este projeto é recente, embora eu já trabalhe auxiliando alguns profissionais há um bom tempo. Por isso a necessidade de freelancers, que encontro no Workana.

Workana – O que te fez querer contratar através da Workana pela primeira vez?

Cléo – Foi por indicação em um fórum, não me lembro qual. Li que alguém estava recomendando por lá, disse que era novo mas que era muito bom e por isso resolvi checar. Entrei e comecei a contratar.

Workana – Foi difícil usar a plataforma da Workana naquela época? Você acha que a usabilidade do site melhorou em comparação ao novo layout que temos hoje?

Cléo – Melhorou sim. Embora que não encontrei dificuldades quando comecei.

Workana – Como foi a sua primeira experiência de contratação na Workana? Você recebeu muitas propostas de profissionais?

Cléo – Recebi algumas sim. Foi bem tranquilo.

Workana – Quantos profissionais você já contratou na plataforma até hoje?

Cléo – De cabeça não sei, mas acho que já fechei entre 20 e 30 projetos

Workana – Contratar freelancers foi uma solução para você? Por quê?

Cléo – Sim, claro. E recomendei já algumas vezes. É rápido, mais em conta. É difícil algumas vezes alinhar o que você precisa com o que o freela entrega. É preciso um pouco de paciência. Como é uma pessoa que você não conhece muitas vezes, a gente fica intimidado em cobrar, em devolver, em pedir para refazer…

Workana – Você ainda contrata freelancers na Workana hoje em dia?

Cléo – Vira e mexe eu ainda contrato. Como estou focado em outros projetos, diminui o ritmo, mas ainda posso contratar, basta o Freelup alçar vôo, rs.

Workana – Quais você acredita que foram as principais melhorias realizadas na Workana com o passar do tempo? Você acha que há algo mais em que podemos melhorar?

Cléo – O painel melhorou bastante, está mais amigável. O que sinto falta e creio que vocês devem investir é em um aplicativo. Hoje em dia é essencial.

Workana – Comparando a quantidade de propostas que você recebeu no primeiro ano que se registrou e a quantidade de propostas que você recebe hoje: você acha que a comunidade da Workana cresceu em quantidade e qualidade?

Cléo – Cresceu sim, claro. E fico feliz de ter participado um pouquinho que seja com este crescimento. Ta aí a Daniela, que contratei algumas vezes e hoje trabalha com a Workana. Desejo imenso sucesso a vocês!

Cléo, obrigado pela entrevista e também por estar contratando conosco durante todo esse tempo! Esperamos que você continue crescendo conosco <3

 

Faça como o Cléo, contrate profissionais freelance e crie mais oportunidades para o seu projeto! E se você é freelancer, clique aqui e veja os novos projetos publicados na plataforma da Workana 🙂

2 Comentarios
  1. Daniela, obrigado pelo convite. Me senti honrado e feliz. Um grande abraço a vc e ao pessoal do Workana. Sucesso a todos vcs!

    1. Eu que agradeço Cléo! Foi muito bom poder voltar a falar com você depois de tanto tempo e saber que o seu negócio está crescendo cada vez mais. Parabéns! E sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *