Como aplicar a ciência para que seu aplicativo se torne viral e consiga mais usuários

Como aplicar a ciência para que seu aplicativo se torne viral e consiga mais usuários

Você já se perguntou por que não consegue passar mais de uma hora sem usar Instagram, YouTube, Pokemon Go, Candy Crush o Amazon?Além de ser virais, estes aplicativos são tão viciantes que você já nem consegue imaginar como seria viver sem consultá-los.

Sem dúvidas, ser viral é a chave do sucesso dos melhores aplicativos. Mas a questão é: como conseguir tornar-se viral?

 

O que estes aplicativos tem para ser tão viciantes? Por que passamos a maior parte do nosso tempo nestes apps quando existem aproximadamente cinco milhões de aplicativos no mercado. E como conseguiram se viralizar em tão pouco tempo?

Os aplicativos móveis já estão muito presentes no nosso dia a dia há mais de uma década. Atualmente, um aproveitamento ótimo do seu potencial pode marcar um antes e um depois no crescimento de uma empresa.

O desenvolvimento de apps para PMEs está começando a ser uma “aposta de sucesso”. Neste artigo, aprofundamos no conceito por atrás de esta viralidade e seu poder viciante, usando exemplos reais. Além disso, veremos algumas formas simples e efetivas para fazer com que seu aplicativo seja viral e viciante!

Comecemos, então…

Qual é a ciência “escondida” nos aplicativos virais?

Como você já sabe, um app se torna viral quando segue uma tendência de ser compartilhada rápida e amplamente de um usuário a outro. Diferente do que ocorre no marketing tradicional, o foco do marketing viral se concentra em atrair potenciais clientes que poderiam recomendar e compartilhar seu aplicativo com outros, gerando tráfego orgânico para seu app.

Geralmente, neste tipo de marketing, não se investe muito dinheiro no processo para atrair os usuários. Simplesmente, um novo consumidor atrai mais usuários a determinado aplicativo e este ciclo continua.

A ciência por trás deste conceito é atrair os usuários, oferecendo razões importantes para que não apenas utilizam este app, mas também sintam a necessidade de compartilhá-la com outras pessoas. Em outras palavras: ao criar seu aplicativo, você precisa conseguir que cada usuário viva uma experiência.

E para isso, será necessário considerar, no momento de desenvolver seu aplicativo, o desafio de criar algumas emoções positivas no seu público-alvo. Isso provocará que seus usuários difundam seu app com o “boca a boca”.

2 conselhos práticos para conseguir que seu aplicativo seja viral

Segundo nossas análises, a melhor maneira de garantir que seu aplicativo se torne viral em pouco tempo é oferecer a seus usuários a experiência que eles desejam e esperam encontrar.

Para te ajudar a conseguir isso, resumimos dois conselhos práticos que você pode aplicar desde o início do desenvolvimento do seu aplicativo.

Conselho #1:

Este será o primeiro passo e consiste em colocar-se no lugar do cliente. Você precisará entender suas necessidades, seus problemas e suas expectativas. Para assim, propor uma melhor estratégia.

Na Workana, utilizamos as seguintes perguntas para descobrir e interpretar o que nosso público-alvo sente e deseja. Queremos compartilhá-las para que você também possa aplicá-las na criação do seu app.

Faça a si mesmo as seguintes perguntas:

  • Como seu aplicativo pode otimizar e melhorar as vidas dos seus usuários?
  • Seu app tem uma vantagem competitiva sobre as outras já existentes?
  • Os usuários podem obter serviços de maneira fácil e rápida?
  • Como seu aplicativo poderá atrair e manter os usuários existentes e os novos/futuros?

Para responder a estas perguntas, você precisará realizar uma análise de mercado e da concorrência. Ou melhor: investir na fase de descobrimento de apps.

Conselho #2

Você deverá compreender o quê levaria os usuários do seu aplicativo a compartilhar os serviços oferecidos com seus seres queridos. Claramente, pode existir uma ampla gama de motivos que estimulam o público a difundir os serviços de diferentes apps com as pessoas do seu entorno.

Dentro deste leque de possíveis razões, queremos destacar os quatro principais “truques” de marketing que os desenvolvedores de apps podem aproveitar para conseguir maior viralidade em menor tempo. Confira quais são eles:

  • Incentivos. São considerados a força motora máxima da viralidade de todos os apps. Quando os usuários conseguem pontos de bonificação ou uma recompensa econômica, será mais fácil que compartilhem um aplicativo com outras pessoas. Por exemplo: o Dropbox, quando foi lançado por primeira vez, oferecia um espaço adicional gratuito aos usuários que recomendavam seu app. A consequência foi que o aplicativo conquistou um milhão de usuários em sete meses de operação.
  • Ego. Este tipo de estratégia funciona melhor para jogos e apps de fitness, por exemplo. Quando um usuário completa seu desafio ou objetivo, fica orgulhoso desta conquista e sente a necessidade de compartilhá-la com outras pessoas para obter reconhecimento. Ao ver esta publicação, outros usuários se sentirão motivados e experimentarão o aplicativo.
  • Referências dos dois lados. Você já deve ter percebido que, no app do Uber, tanto os clientes existentes como os novos recebem ofertas por referência. Isso faz com que cada usuário atual sinta-se bem sobre este mecanismo de intercâmbio e o utilize com maior frequência.
  • Facilidade para compartilhar. Os clientes tendem a compartilhar sua experiência e os serviços de uma app quando podem difundi-los nas suas redes sociais com apenas um clique.

O próximo aspecto que você precisará considerar (e que um desenvolvedor de apps saberá desde o principio) é que só os incentivos lucrativos não são suficientes. A velocidade e o rendimento do aplicativo devem ser perfeitos para que o usuário desfrute de sua experiência.

Em outras palavras…

… o aplicativo não debe ser lento nem travar durante sua execução, pois isso afetaria os criterios de marketing emocional dos usuários.

Outro ponto a ter em conta para obter os melhores benefícios da criação de um aplicativo é criar um MVO (Produto Mínimo Viável) e se dirigir a um público específico. Basicamente, um MOV é uma versão de teste que permite verificar a maior quantidade de resultados validados pelos clientes com o menor esforço possível.

Esta prática te fará economizar tempo e dinheiro, pois te permite concretizar com um orçamento mínimo. Com ela, você conseguirá testar a ideia do seu app, compreender o mercado e construir a melhor estratégia viral para garantir um futuro rentável.

Vejamos o exemplo de Restorando, app de reservas online em restaurantes que marca presença em toda a América Latina. Quando eles começaram este projeto, testaram o aplicativo em Buenos Aires e em São Paulo. Ao ver que tinham uma boa resposta e aceitação, decidiram escalar o negócio.

Em 3 anos de vida, conseguiram mais de 17 milhões de dólares de financiamento e abriram em 14 cidades. Mas não foi só isso… Também instalaram um conceito e um novo hábito de consumo que as pessoas ainda não conheciam.

Os aplicativos mais conhecidos são viciantes… ¿Por quê?

Quando você publica uma foto no Instagram, vê um vídeo no YouTube ou escuta uma música no Spotify…  Fecha o aplicativo imediatamente e decide usá-lo novamente só no próximo mês?

Claro que não!

Você espera a resposta dos seus amigos na sua foto, vê outros vídeos parecidos e escuta outras canções, certo? Este é o poder da formação de hábitos…

Esses aplicativos se tornaram tão viciantes que as pessoas permanecem conectadas a eles dia e noite.

Se você busca o mesmo nível de usabilidade no seu aplicativo, é melhor compreender a psicologia humana “escondida” neste vício. Tal como explica Nir Eyal no seu livro “Habit-Forming products”.

Nesta obra, explica o segredo para construir um aplicativo que crie hábitos, utilizando o modelo de “gancho” representado por quatro elementos durante o processo de conversão do aplicativo em algo viral e viciante.

Os 4 elementos da psicologia humana “escondidos “ num app viral

Estes elementos formadores de hábito são capazes de produzir ciclos de retroalimentação auto gerados, nos quais os clientes  se sentem mais incentivados a utilizar automaticamente os produtos e serviços.

  1. Disparador: para que um aplicativo se torne viral, necessita cativar os usuários e mantê-los interessados através de disparadores. Os principais fatores são:

Disparador externo: poderia ser uma imagem de anúncio,notificação, revisão ou classificação, recomendação, e-mails ou botões de CTA, etc. É desta forma que os usuário chegam até um determinado aplicativo.

Disparador interno: são principalmente as razões por detrás do desenvolvimento do aplicativo. Por exemplo: em resposta ao tédio dos usuários (redes sociais, jogos, música ou transmissões de vídeo), a necessidade de produtividade (slack), ou para marcar diferença mediante a introdução de um conceito único (Sea Hero Quest).

  1. Ação: quando os usuários recebem o disparador inicial, chega o momento de tomar uma ação planejada. Agora, esta ação depende completamente da habilidade e da motivação dos usuários.
  2. Recompensa: o usuário deve ser recompensado, inclusive por fazer ações simples dentro do aplicativo. A recompensa pode ser qualquer coisa, por exemplo: elogios, pontuações, atenção especial… Tudo isso em troca de uma ação que desempenhem dentro do app.
  3. Investimento: assim que o usuário seja cativado pelo app, comece a investir. A quantidade de investimento que o usuário possui é diretamente proporcional à sua reação ao “anzol” lançado para atraí-lo.

Estes “ganchos” são as características que garantem que os usuários regressarão ao aplicativo.  

Podemos dizer que…

…as pessoas se “viciam” em um aplicativo quando existe algo para buscar que lhes permitirá sentir prazer.

5 dicas extras para criar um aplicativo viciante

Os desenvolvedores de aplicativos mais experientes sabem que a experiência  do usuário tem um papel fundamental para que eles continuem viciados nas apps.

Para proporcionar uma experiência “viciante” aos usuários, você pode adicionar elementos imprescindíveis e de resolução de quebra-cabeças no seu aplicativo. Dado que o cliente reage com maior frequência frente a um “assunto surpresa”, será mais habitual que volte a usar seu app.

Em segundo lugar, você pode focar na experiência deles. Ou seja: o primeiro que os usuários vejam quando instalem seu aplicativo.

A seguir, te apresentamos as 5 dicas mais efetivas para melhorar a experiência dos usuários:

  • Simplificando o processo de registro ao diminuir a quantidade de passos;
  • Permitindo inscrições através de redes sociais, como Facebook, Twitter, etc. Isso fará com que o processo de início seja mais fácil, simples e rápido.
  • Proporcionando uma barra de progresso para que os usuários saibam quanto tempo necessitam esperar para que termine de carregar. Assim, o usuário ficará tranquilo enquanto o app carrega, não se sentirá frustrado nem tomará a decisão de desinstalar o aplicativo.
  • Oferecendo incentivos, prêmios e presentes. Desta forma, você permite que eles apreciem o uso do aplicativo. E quando se tornem “clientes habituais”, você pode estimulá-los a que adquiram seus serviços Premium.
  • Adicionar tutoriais breves, informativos e interessantes para guiar as pessoas sobre a instalação e o uso da plataforma. Recomendamos a função de narração de histórias para que seja mais fácil para o usuário compreender e testar o funcionamento do app.

Além disso, as notificações push e o seguimento por GPS também podem contribuir para tornar seu aplicativo viral e viciante.

Por exemplo: personalizar a notificação de inserção tornará mais agradável o “clicar” na notificação. Informar os usuários sobre um novo produto, elemento ou oferta disponíveis na sua localização incentivará a que abra seu app com maior frequência.

Mas tenha cuidado com isso!

Lembre-se de não adicionar vibração às notificações push. Isso pode ser muito incômodo e gerar frustração ao usuário. E eventualmente, afetará o compromisso do cliente e os números de retenção.

A gamificação é outro fator importante no qual um desenvolvedor de apps pode focar para criar um aplicativo viral e viciante. Ao combinar elementos similares aos jogos no seu aplicativo, é possível aumentar o interesse, a satisfação e o prazer do usuário.

Por último, a melhor prática para tornar seu aplicativo viral e viciante é concentrar seus esforços no marketing de apps. Para isso, você pode contar com os especialistas em desenvolvimento de apps para criar seu aplicativo e torná-lo viral utilizando todos estes elementos.

 

Workana é a comunidade onde empresas de todos os tamanhos podem encontrar profissionais independentes com talento em diversas disciplinas e categorias. Se você tem um negócio e procura serviços de freelancers capacitados, conhece hoje mesmo a utilizar a plataforma. Basta clicar aqui!