Como criar um bom design que agrade os seus clientes

O design gráfico é uma das joias emergentes do mercado de trabalho freelance.

Atualmente, mais de 30% dos trabalhos terceirizados são de design gráfico. A cada dia há mais empresas que apostam em profissionais freelance para realizar as tarefas de design, e existem cada vez mais profissionais qualificados dispostos a serem conhecidos, exportarem o seu talento e fidelizarem clientes.

designPor isso, criar um bom design que encante os seus clientes é fundamental não só para conseguir uma boa reputação na plataforma, mas também para que você tenha mais segurança como profissional e consiga se destacar do resto.

Ainda que uma boa parte disso tenha a ver com a imaginação, o talento, as habilidades e a criatividade de cada um, a verdade é que existem certas chaves que podem te ajudar a criar um design incrível que encante os seus clientes.

Na Workana, compartilhamos com você 6 regras de ouro que, somadas as suas aptidões, te ajudarão a criar os melhores designs.

6 regras de ouro para designers gráficos que buscam um bom design

1. Tenha claro o conceito antes de começar

Nunca comece a trabalhar em um projeto sem ter claro o conceito e a mensagem que precisa transmitir.

Mesmo que possa parecer lógico, são muitos os profissionais que começam a trabalhar em um design sem antes se assegurar de ter captado 100% a ideia, por isso trate de sempre confirmar o trabalho a desenvolver, para que assim comece a trabalhar com mais segurança.

Não importa se te encarregaram do design de um site, de um logotipo, do merchandising da empresa, de um flyer ou de uma revista… Seja qual for o trabalho, assegure-se de ter entendido bem a mensagem. Desse modo, você otimizará o seu tempo ao máximo e não precisará repetir o trabalho.

2. É preciso comunicar, não decorar

Nunca decore por decorar: faça tudo com um propósito e trate de comunicar tudo que o cliente deseja transmitir através do seu design.

Se na descrição do projeto não foi detalhado o que se deseja transmitir à audiência, pergunte; desse modo, você não só estará ajudando a fortalecer a mensagem, mas também estará assegurando um bom design que além de ser visualmente atrativo, também o será quanto à mensagem.

3. Você tem que ser universal

Lembre-se: o trabalho é seu, mas não é para você, por isso trate de ser universal. Isso não quer dizer que você tenha que criar designs medíocres, mas é preciso saber chegar a todo tipo de audiência e ser compreendido também fora de um determinado contexto.

Mantenha longe do seu design os exageros em cores e tipografias. Escolha as cores com um propósito e trate de combiná-las entre si; e o mesmo para as tipografias: utilize no máximo duas ou três famílias tipográficas diferentes e evite usar fontes como Comic Sans, a menos que seja imprescindível ou que você esteja criando um convite para uma festa de aniversário.

4. Trate cada projeto como se fosse único

Quando um cliente terceiriza um trabalho, espera que o profissional dê o melhor de si. Então, simplesmente faça-o. Mostre a sua melhor versão em cada design e faça como se cada criação fosse a última, a mais importante, a que te permita se estabelecer como profissional bem sucedido no campo do design… E isso se refletirá nos resultados.

Quando você se sentar para criar, concentre-se em resolver problemas. Busque ideias, exprima sua criatividade, seja fiel ao seu estilo sem perder de vista o que o seu cliente procura; crie, jogue, mescle cores e tipografias… E busque criar sempre designs únicos que conquistem visualmente o leitor e façam com que ele preste atenção em seu conteúdo.

5. Comunique-se com o cliente antes de avançar

Quem se comunica mais se atrapalha menos, por isso, a cada parte desenvolvida, mostre os avanços do design aos seus clientes. Não se trata de encher a caixa de entrada com mensagens, mas mostre a eles o caminho que você está seguindo, pois isso pode te economizar alguns inconvenientes, como por exemplo, repetir o trabalho ou ter que modificar boa parte do design.

6. Esteja atualizado com as últimas tendências

Design Gráfico é um campo atualizado constantemente, tanto de maneira criativa como técnica, por isso é muito importante estar atualizado sobre as novas tendências, potencializar a aprendizagem de novas habilidades e concentrar-se em melhorar e ampliar os limites da criatividade.

Dedique um tempo diariamente para melhorar a sua formação e aprender coisas novas, veja tutoriais com os quais você possa aprender novas técnicas, busque novos métodos e truques úteis, inscreva-se em blogs sobre design para aprender com outros designers, leia livros sobre o assunto… Tudo o que te ajude a ser um profissional melhor é bom, por isso dedique tempo a isso e você ganhará em resultados.

E, sobretudo: nunca deixe de acreditar em si mesmo e tenha em mente que a prática possui um papel muito importante para que você se torne um bom profissional que consegue viver dos seus próprios designs.

Quer trabalhar como designer freelance? Candidate-se aos projetos de design que publicamos diariamente na Workana e comece a colocar estes conselhos em prática 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *