Como usar os chatbots para impulsionar sua empresa (e conta bancária)

Como usar os chatbots para impulsionar sua empresa  (e conta bancária)

Você sabe o que são chatbots? Com o aumento incrível no uso de Inteligência Artificial, os chatbots vêm ganhando cada vez mais espaço nas empresas. Se você não quer ficar de fora dessa tendência de negócio, a Workana te mostra a seguir algumas dicas para usar os chatbots para impulsionar sua empresa e seus lucros! Confira.

Chatbots já estão presentes na sua vida, sabia?

Podemos não ter o mesmo nível de tecnologia que os “Jetsons”, desenho animado futurístico que fez parte da vida de muita gente, mas com a invenção dos chatbots, estamos nos aproximando disso!

E mesmo que você não tenha ainda ouvido falar ou não saiba o que significa, é provável que já os tenha usado. Quer alguns exemplos?

  • Siri, da Apple
  • Cortana, do Windows 10
  • Alexa, da Amazon
  • Facebook Messenger

E se quiser um exemplo ainda mais simples, podemos citar o atendimento telefônico de sua operadora de celular ou TV a cabo. Para simplificar, um chatbot é uma forma de inteligência artificial que envolve os usuários da mesma maneira que um humano faria. Ou seja: Ele atende, acolhe e direciona.

E contando com os profissionais da Workana, você também pode ter seu próprio chatbot, trabalhando pra sua marca.

chatbots

Alguns exemplos não deram tão certo, pelo menos no início… Você já deve ter ouvido falar no caso da Tay, da Microsoft. O chatbot foi criado para interagir com usuários no Twitter, mas em menos de 24 horas foi tirado do ar. Isso porque os “trolls” da internet a “corromperam”, fazendo-a repetir frases mal educadas e preconceituosas. Rapidamente, a Microsoft resolveu reorganizar o que ela era capaz de aprender.

Em 2017, a CEO da Microsoft no Brasil chegou a comentar que Inteligência Artificial e ética devem andar juntas.

Por isso que os exemplos bem sucedidos ainda são aqueles que respondem de maneira prática e eficaz, mas que não são facilmente manipulados, para evitar que sejam modificados de uma maneira ruim.

 

“Mas como usar chatbots para aumentar meu lucro?”

Os chatbots não precisam ser necessariamente sedutores como a instigante personagem Samantha do filme “Her”, em que um humano se apaixona, literalmente, por sua assistente virtual. E é possível que nossa tecnologia ainda demore um pouquinho para alcançar algo tão avançado! Mas eles podem sim ser uma saída prática e lucrativa para sua marca, aumentando seu alcance e sua conta bancária.

Basicamente, seu chatbot precisa ser inteligente e habilidoso! E há várias maneiras pelas quais as empresas podem usar os chatbots para automatizar serviços e economizar dinheiro. E acredite, elas estão usando!

Para não ficar de fora, veja a seguir algumas maneiras de usar os chatbots para beneficiar sua empresa. E lembre-se de contar com os programadores da Workana para alavancar sua ideia!

1. Uma experiência de compra personalizada

Os chatbots podem fornecer uma experiência de compra personalizada. Um chatbot pode atuar como um assistente capaz de responder perguntas, fazer recomendações, fornecer mais informações sobre produtos e fazer pedidos.

Outra vantagem é que os chatbots são polivalentes ​​- eles podem lidar com inúmeros pedidos e perguntas de uma só vez, enquanto um assistente humano só pode lidar com alguns de cada vez.

2. Maior envolvimento da marca

Você já passou horas e horas elaborando a newsletter perfeita, apenas para ter uma taxa de conversão ok e pouco (ou nenhum) retorno sobre o investimento?

É provável que você tenha mais sorte se conectar usando um chatbot que pode enviar mensagens personalizadas contextualmente relevantes para o usuário; daquelas que ele não vai sentir vontade de deletar, porque elas estarão falando “com ele”.

Na Workana acreditamos muito no poder da boa comunicação entre marca e usuário. E é isso que tem feito da nossa plataforma um verdadeiro sucesso no mundo do trabalho freelancer.

Usando o Facebook Messenger, por exemplo, você pode interagir com um bilhão de potenciais clientes presentes no Facebook. E como você sabe, a rede está repleta de usuários dos mais diversos gostos e de todas as partes do mundo.

Em vez de as pessoas enviarem e-mails e terem que esperar oras ou dias por uma resposta, o chatbot poderia responder suas perguntas o mais rápido possível!

Digamos que você queira que as pessoas saibam que você está oferecendo uma venda por tempo limitado. Se você enviar e-mails para todos, é provável que as pessoas o excluam, ignorem ou esperem dias para abri-lo. Isso quando as mensagens não caem diretamente na caixa de Spam.  

No entanto, se você enviar a mensagem com um chatbot, a taxa de engajamento e o lucro aumentarão muito!

 

3. Atendimento ao Cliente Eficiente e Eficaz

Em vez de os membros da equipe serem os responsáveis por agendar compromissos ou lidarem com as preocupações do cliente por e-mail ou telefonemas, permita que um chatbot lide com o trabalho para que seus funcionários possam se concentrar em coisas melhores ou em trabalhos mais complexos.

Seus clientes receberão respostas mais rapidamente e com isso, existe a possibilidade maior de que fidelizem a sua marca.

Segundo a The Next Web, o uso de chatbots para automatizar as posições de atendimento ao cliente cerca de 23 bilhões de dólares por ano.

Embora os chatbots não possam responder a todas as perguntas e preocupações (eles não têm inteligência emocional), eles podem lidar com a maioria das consultas de atendimento ao cliente, para que os membros da sua equipe humana tenham que intervir quando necessário.

Isso acontece com frequência em atendimentos telefônicos de grandes redes e marcas, que fazem grande parte do trabalho, transferindo a ligação para um atendente humano apenas quando é preciso.

Agora que você já descobriu as vantagens dos chatbots, está pronto para começar? Na Workana, você encontra os melhores programadores e profissionais de multimídia que podem tornar sua ideia real! São profissionais de toda América Latina, especialistas no assunto e que trabalham de forma remota, de maneira super segura! Clique aqui e crie um projeto agora na Workana.