27 de Abril, dia internacional do Design Gráfico: “O dia para revalorizar a nossa profissão”

27 de Abril, dia internacional do Design Gráfico: “O dia para revalorizar a nossa profissão”

Há alguns dias, o pessoal da Workana propôs que eu escrevesse algo sobre o dia do Design Gráfico e sobre o nosso dia. Pensei em várias alternativas, por exemplo, como melhorar o nosso trabalho, como ser mais profissional, o que é o design gráfico, etc, mas creio que esta data é importante, sobretudo, para pensar em nossos valores e o quão importante eles são.

No dia 27 de Abril é comemorado o Dia Internacional do Design Gráfico. Uma data, um dia, um momento em nossas vidas criativas para lembrar de valorizar a nossa profissão. Para voltar a projetá-la e posicioná-la em nossas vidas. Para que as pessoas saibam o que é o DESIGN GRÁFICO.

Todos têm uma ideia muito clara do que significa ser Médico, Contador, Advogado, até podem saber que especialidade dentro da medicina ou em que área da advocacia exercem, mas dificilmente sabem o que é ser Designer Gráfico. Muitos me perguntam “- A que você se dedica?”, “- Sou Designer Gráfico”, “-Ah!” respondem, como se não entendessem corretamente o que implica esta profissão. Alguns outros se animam e perguntam um pouco mais “-E o que é isso?”, e quando alguém explica, te respondem “-Ah, você faz folhetos, cartõezinhos, esse tipo de coisas”.

O problema disto é que não conseguem compreender que nesta profissão não fazemos coisas assim só por fazer, e sim o oposto. Pensamos na mensagem, elaboramos, trabalhamos e a transmitimos comunicativamente em um folheto, em uma marca, em um cartão, em um site, em um app, etc. A forma como nos comunicamos é o que importa, a mensagem é o que nos interessa, por mais que todos os elementos estéticos que utilizemos sirvam para ressaltar esta mensagem. Obviamente, no design, seja qual for a sua especialização, “tudo se pensa”, “tudo tem um porquê”, e isto é o que devemos transmitir àqueles que não conhecem a nossa profissão para que a valorizem, que entendam que o Design Gráfico é uma profissão e que possui um papel importante em nossas vidas porque fazemos algo que é simples, mas complexo: COMUNICAR VISUALMENTE.

Também somos responsáveis por como nos veem e nos julgam, e é aqui onde temos que ser os primeiros a mudar a nossa forma de pensar em nossa profissão e em como valorizá-la. É o primeiro passo e o mais importante. Devemos aprender com os Advogados, Médicos, Contadores, entre outros que defendem a sua profissão e dão grande valor, porque sabem o que significam para a sociedade, para a vida das pessoas.

Devemos aprender a não trabalhar de graça, vender por pouco o nosso tempo, nossa criatividade. Devemos defender a nossa profissão, lugar contra a ideia que muitas pessoas fazem sobre sermos muito jovens, tomarmos muito café e trabalharmos até altas horas para entregar um trabalho. Que dormimos de dia, que quase não tomamos banho e temos os olhos vermelhos de tanto desenhar. Esta ideia é muito errada e depreciável, porque a única coisa que consegue é desvalorizar a nossa profissão. Faz nós nos vermos como algo que não somos, algo que não queremos ser.

Mudar esta ideia é fundamental para a nossa profissão e pode ser alcançada partindo pelo princípio de que o próprio designer gráfico deve se valorizar, valorizar o seu tempo, o seu trabalho, sendo profissional no que faz, sendo respeitoso, e cumprindo as metas dos clientes. A partir disto, começaremos a nos valorizar mais e a fazer com que o resto da sociedade nos valorize.

Uma anedota: há um ano eu tive a oportunidade de trabalhar com um cliente importante (a nível nacional). Tive várias reuniões presenciais com este cliente, e em nossos encontros eu consegui mudar a visão que ele tinha sobre mim. A primeira vez que me viu, disse: “você é o que trabalha a noite toda e dorme de dia”. Frase que obviamente me gerou não só um grande desconforto, mas também serviu para que ele mudasse a visão sobre mim e a minha profissão. “Não, pelo contrário. Essa é a ideia errada que existe. Eu trabalho no mesmo horário que você, do contrário não estaria aqui. Ser designer gráfico não significa não dormir de noite; significa saber comunicar e compreender a sua necessidade para que o seu produto venda”, lhe respondi. A partir deste momento ele começou a me tratar diferente.

Está claro que não podemos passar a vida inteira maltratando a todos que têm essa ideia errada. Devemos ser inteligentes e responder a altura. Fazer com que eles mudem esta visão equivocada. E para isso é preciso que nos valorizemos muito. É o primeiro passo, como mencionei acima.

Valorizar-se fará com que esta concepção sobre o Designer Gráfico mude, e nos permitirá crescer ainda mais em nossa profissão. Não só conseguindo captar novos clientes, mas também conseguindo uma maior concorrência entre nós mesmos.

Vamos aprender a nos valorizar não só hoje, no nosso dia, mas sim todos os dias. É a melhor forma de sentir a paixão por comunicar algo de maneira criativa. É a melhor forma para que a criatividade flua. É a melhor forma de crescer.

Para todos aqueles que amam esta profissão, para todos que desejam uma atividade respeitada e valorizada, FELIZ DIA INTERNACIONAL DO DESIGN GRÁFICO! Que a nossa profissão seja tão valorizada quanto a de um Médico, Advogado, ou um contador…

Pablo Grande é um dos profissionais independentes com maior trajetória na Workana, e membro do #WorkanaPartners.

O que você está esperando para começar a trabalhar de forma independente como o Pablo? Veja os projetos publicados na Workana e se candidate!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *