Empreendimentos argentinos: um salto da crise ao êxito

Empreendimentos argentinos: um salto da crise ao êxito

Na mesma linha que o Relatório de Crises e Mudança, hoje contaremos qual é o papel dos empreendimentos argentinos dentro das potências da América Latina.

A Argentina e o Brasil são os países da região que mais contribuem para o PIB no que se trata de indústrias criativas (segundo a UNESCO, “um conjunto produtivo muito mais amplo, incluindo os bens e serviços que as industrias culturais produzem, assim como aquelas que dependem da inovação, incluindo muitos tipos de investigação e desenvolvimento de software”).

A Argentina gera 9% de empregos a partir delas e é um dos países mais destacados nesta área, graças ao seu observatório através do qual estuda a inserção entre cultura e tecnologia.

Buenos Aires é referência a nível global pelo desenvolvimento das indústrias criativas

O crescimento do setor cultural na Argentina foi de 7,8% em um período de 8 anos. Para 2011, a sua cota para o PIB era de 3.83% e só na capital argentina gerou pouco mais de 9% de empregos, dos quais 94,39% foi no setor audiovisual, o setor de maior crescimento a nível local.

As indústrias criativas têm um grande peso na economia de maneira transversal

Isto se deve a sua capacidade para gerar valor sobre qualquer setor, em Buenos Aires esse valor subiu 5% ao ano. Segundo a última entrega da UNESCO na análise destas indústrias, o crescimento das mesmas na Argentina foi potencializado principalmente por serviços criativos relacionados, ou seja, publicidade e tecnologias da informação.

Buenos Aires desenvolveu distritos ao longo do seu “conurbano” representativos de cada um dos setores da economia, no Distrito de Tecnologia (conheça os melhores programadores argentinos) há cerca de 110 empresas criativas. Um caso de êxito da indústria da tecnologia enriquecido pelas indústrias criativas associadas é a Globant, uma empresa de desenvolvimento de software a nível mundial. Na cidade também se levanta o distrito de Design (veja os experts de design) que engloba empresas de natureza 100% criativa junto às Artes Visuais, o objetivo destes distritos é promover o investimento na arte e fortalecer a posição de Buenos Aires como cidade cultural.

Os empreendimentos argentinos em tecnologia e associados às indústrias criativas são conhecidos por sua altíssima qualidade

Mercado livre, Decolar.com, Globant, OLX todos exemplos reconhecidos por seu crescimento não só na região, mas também em diferentes economias (muitas dessas empresas junto com a Workana, fazem parte da Associação Latino-americana de Internet – ALAI).

A chegada das startups argentinas a novos mercados se caracteriza por ser rápida e obter crescimentos acelerados. O Mercado Livre, avaliado em U$ 6 bilhões, junto a Decolar, avaliada em U$ 1 bilhão, são duas das empresas mais emblemáticas da América Latina.

O êxito do talento empreendedor argentino se deve a um ecossistema que soube aproveitar o poder das TICS para o seu crescimento em diferentes indústrias. As fortalezas do ecossistema local é contar com diferentes fontes de talento, o dinamismo da comunidade e o produto diversificado. Este crescimento empresarial liderado pelo empreendimento apoia a criação de emprego sobre tudo para indústrias criativas, que se desenvolvem no mundo digital.

Segundo o GEM, 26% da taxa empreendedora do país pretende contratar pelo menos cinco funcionários nos próximos cinco anos; entretanto, uma debilidade com a qual o ecossistema pode se deparar é a falta de conhecimento técnico e competências profissionais por parte do capital humano disponível, de acordo com o relatório do Governo da cidade.

Relatorio-empreendimentos-argentinosO freelancing adquire um papel protagonista

A flexibilidade de políticas de recrutamento de talento e o alavancamento na economia freelance será chave para o aumento da produtividade e as transferências de conhecimento entre setores. Assim, todos serão beneficiados entre todas as áreas, pela experiência que trará consigo a classe criativa, e que poderá oferecer a outras indústrias.

Em nossa plataforma, há incontáveis empreendimentos e ofertas profissionais dentro das indústrias criativas, e um dos nossos objetivos é motivar o seu crescimento na região para oferecer mais e mais oportunidades de trabalho remoto a todos os lugares onde se faça necessário. Além disso, você não pode perder o segundo Relatório de Trabalho Remoto Independente da Workana, feito a partir das métricas e dados da nossa plataforma.

Anime-se e comece o seu empreendimento criando um projeto na Workana, seja com a ajuda de outros freelancers experts em diferentes áreas ou também lançando-se como profissional independente.

Para mais informações, baixe aqui o relatório completo de Crises e mudança: um paradigma que oferece novas oportunidades na América Latina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *