O que a área de RH deve considerar ao incorporar freelancers em uma companhia?

Assim como muitas coisas mudaram no passado, hoje descobrimos que o conceito do mundo do trabalho também está sendo observado através de microscópios. Neste cenário quase que 100% digital e com a inserção dos millennials, o trabalho já não é tanto um lugar para onde vamos, e sim algo que escolhemos para fazer e para desenvolver.

– Não vai trabalhar hoje? 

Já estou trabalhando.

Esta visão não somente impacta os trabalhadores como também transforma as organizações.

As empresas são cada vez mais conscientes de que os recursos são limitados e que os projetos são infinitos. Ao enfrentar novos projetos, há também a contrapartida necessária de não superdimensionar estruturas com projetos que são cada vez mais solucionados baseados em datas e prazos específicos, e que geralmente podem durar até uma semana.

Métodos alternativos para potenciar suas equipes internas

As mudanças que estamos vivendo em plena transformação digital obrigam as organizações a buscarem métodos alternativos, mudarem a forma com as quais realizam os projetos.

É aqui onde a agilidade que é oferecida em plataformas como a Workana, podem transformar-se em ferramentas, principalmente é necessário reorganizar os recursos existentes, deixando-os focados nos projetos que impactam diretamente nos objetivos, enquanto profissionais externos se ocupam de tarefas mais operacionais. Também com isso, conseguimos o acesso a profissionais com conhecimentos que podem ser necessários somente por uma vez e que já estão capacitados e com experiência prévia, prontos para levar o projeto adiante.

As pesquisas que fizemos para as empresas são as mais diversas: engenheiros mecânicos, marketing, programação, vídeos corporativos etc. e eles não param de nos surpreender. As dúvidas que nossos clientes costumam ter podem estar relacionadas a não saber do que um freelancer é capaz e que tipo de perfis podem encontrar, ou de que maneira e em quais projetos eles podem escolher avançar com essa opção.

A realidade é que há uma variedade incrível de perfis: de profissionais seniores com muitos anos de experiência, que desejam adicionar novos desafios e aumentar sua renda, a profissionais que estão apenas começando, ansiosos para colocar em prática seus conhecimentos e suas experiências.

Em que o RH deve prestar atenção? 

Antes de tudo, que conhecimentos os profissionais devem ter? Eles podem se concentrar em habilidades técnicas específicas: programador, designer, tradutor a habilidades como: domínio de idiomas, habilidades de comunicação, empatia, curiosidade, entre outras.

Alguns outros pontos a serem levados em consideração:

  • Ter claro uma data de início e de finalização de projeto (pelo menos estimada);
  • Definir que tipo de entregáveis é esperado (aplicadas ao projeto) e em que condições espera-se receber. Exemplos: código fonte, manual de marcas, editáveis, etc;
  • Canal de comunicação: é muito importante manter a comunicação através da Workana de maneira contínua, estabelecendo horários e modalidades preferidas;
  • Apresentação de avances: é importante acordar antecipadamente sobre a frequência e horário que se espera para que o profissional apresente os avances. Isto ajuda a fazer correções ao longo do percurso, se for necessário.
  • Demanda por horas para o projeto: mínimo de horas requeridas semanais, se é necessário que trabalhe em um horário específico ou ainda ter um horário comum para responder consultas, atender chat de clientes, recepcionar chamadas, reuniões, etc.

O que já deve estar acordado?

Antes de iniciar a pesquisa, a organização deve realizar um exercício de reflexão e tentar cobrir a maioria dos seguintes requisitos.

  • É importante ter um breve resumo do projeto que cubra o que é, o que se espera, como serão alcançados os objetivos, quando e com que orçamento.
  • Este resumo deve ser o mais claro possível, não apenas para ajudar a definir quais perfis são indicados para o projeto, mas também como um documento no qual o cliente e o profissional possam começar a trabalhar.
  • Definir se prefere que o projeto seja executado como um projeto fixo, com entregas definidas ou se a modalidade de horas é melhor opção, porque é esperado que se cumpram as tarefas especificadas, as quais podem mudar ao longo de um projeto. Este artigo te ajudará: Projeto com preço fixo ou por horas: qual é a melhor modalidade para trabalhar com freelancers?
  • Material de trabalho: deve ser disponibilizado e definido o material que será entregue ao profissional para levar o projeto adiante, otimizar o tempo e a qualidade do trabalho.

Perguntas frequentes que as equipes de RH realizam para a Workana

As perguntas mais frequentes estão sempre relacionadas com os medos e com as preocupações diante da modalidade de trabalho que ainda desconhecem. E quais são essas perguntas?

1. Como posso controlar o que faz um freelancer que não se encontra trabalhando de maneira presencial no escritório?

As metodologias de controle podem ser várias, dependendo do tipo de projeto, umas se adaptam melhor do que as outras.

A primeira metodologia é a comunicação, estabelecer um canal claro e direto com o freelancer é um ponto fundamental. Por sua vez, acordar uma reunião semanal ou quinzenal é recomendável sobretudo para projetos grandes.

Outra metodologia de controle são as pré entregas. Programar para receber conteúdos que adiantem a entrega final, ajuda a ter visibilidade do trabalho do freelancer. Isso te possibilita a tomar ações corretivas sobre o andamento e evitar desvios na entrega final ou atrasos no projeto.

Por último, o Workana Time Report (WTR). O WTR é uma ferramenta própria da Workana que realiza capturas da tela do computador do freelancer de forma aleatória e disponibiliza esta informação para o cliente. Isso permite corroborar com que as horas reportadas do trabalho sejam efetivas.

 2. Se os prazos e objetivos do projeto são cumpridos.

É importante discutir esses pontos em uma reunião inicial com o freelancer. Para ter este ponto bem claro é importante que o cliente já tenha identificado para quando precisa do trabalho e qual é o objetivo e necessidade do mesmo, para poder transmitir ao freelancer de forma clara. Cruzar estas informações com as entregas ajudam a otimizar a experiência com o freelancer.

3. Se temos profissionais idôneos para assumir seus projetos.

Confiamos muito em nossa base de profissionais. É um commodity fundamental da plataforma e a Workana trabalha permanentemente sobre ela para otimizar a qualidade da plataforma. Ter 2 milhões e meio de profissionais registrados faz com que, hoje em dia, tenhamos profissionais para todos os tipos de projetos que se queira realizar e garantir que exista o encontro ideal com cada tipo de cliente.

Este artigo será útil: Como escolher o melhor freelancer para o seu projeto?

 4. Que tipos de profissionais podemos encontrar na Workana e que tipos de projetos podem ser executados.

A Workana tem profissionais de diversas formações e especificações. Os principais perfis vão desde habilidades de TI e Programação, Marketing Digital, Design e Multimídia, Redação e Tradução, etc. Mas também temos outras categorias que já nos solicitaram, como engenheiros, especialistas em comunicação, perfis de finanças, equipe de vendas. Os requerimentos foram vários e nossa base é muito boa.

Neste artigo, também te apresentamos algumas funções que, talvez, você nunca pensou que um freelancer pode desempenhar.

 5. Como assegurar a qualidade do produto final entregue pelo freelancer.

A qualidade no produto final é composta pela qualidade durante todo o processo, desde ter claro o objetivo do projeto resumido a um briefing, seguido pela seleção do recurso, conhecer o mesmo em uma entrevista e contar de forma clara o objetivo do trabalho.

Uma vez selecionado o recurso, deve-se implementar metodologias de controle e feedback, instâncias parciais de entrega e revisão de resultados com relação ao freelancer e o cliente por um trabalho de qualidade.

 6. Como posso proteger as informações que necessito compartilhar com o profissional.

Dependendo do tipo de projeto que está sendo realizado, o profissional que irá executá-lo pode contar com uma informação parcial, ou ter acesso integral a ela. Se houver esta necessidade num projeto, nós da Workana sugerimos que o cliente faça um contrato NDA (Non Disclosure Agreement) para reforçar ao freelancer a importância da confidencialidade no projeto e em seu conteúdo.

7. Como funcionam os pagamentos para a Workana e para o profissional.

Quanto à metodologia de pagamento, a Workana é responsável pelo pagamento ao profissional e sempre liberará o pagamento, quando o cliente concordar com o trabalho recebido em qualidade e prazo.

Por outro lado, a Workana estará se adaptando à política e aos métodos de pagamento previamente acordados com o cliente. Emitindo uma nota perante estas condições.

Para saber mais sobre o sistema de cobrança e pagamento da Workana, acesse nossa Central de Ajuda. 

8. Se é possível realizar trabalhos de forma presencial.

O core da Workana é o trabalho remoto, já que acessamos o talento através de qualquer zona geográfica de onde se encontra o escritório do cliente. No momento que limitamos a uma determinada zona, a quantidade de profissionais passa a ser menor.

Tendo em conta estes pontos, temos feito alguns projetos de forma presencial, onde incorremos em contratar um seguro para o freelancer pelos dias em que o projeto está em andamento, sendo os custos do seguro assumidos pelo cliente.

Workana Enterprise

Como resultado destas combinações, inquietudes e necessidades, somadas a experiência que temos com o mercado freelancer, surge a Workana Enterprise: como uma forma de estarmos mais próximos das organizações com o propósito de unir ambos os mundos, suas necessidades e o talento freelancer, colocando à disposição todas as ferramentas que temos para ajudá-los a cumprir seus objetivos.

Workana Enterprise é um serviço diferenciado e exclusivo onde nos encarregamos de tudo: busca por perfis solicitados, coordenar as entrevistas com os profissionais pré selecionados, gerenciar a conta do cliente na plataforma, etc. Tudo adaptado às necessidades de cada cliente. Isso nos dá a facilidade de potencializar e trabalhar com distintas áreas de uma maneira dinâmica e ágil, alcançando um efeito multiplicador em sua performance.

Na Workana estamos felizes de dar mais esse passo, ajudando e acompanhando  grandes empresas em seus projetos. Sabemos que este é somente o início e que há um caminho enorme por percorrer e esperamos poder transitar por novos desafios juntos.

*Este artigo é uma colaboração de Mauro Forchino e Silvia Cura, integrantes da Equipe de Workana Enterprise

Você também pode se interessar por estes artigos do nosso blog:

 

Milhares de freelancers prontos para começar a trabalhar no seu projeto.

Subscribe to the Workana newsletter and keep updated