Psicologia das cores: como usar para duplicar as suas vendas

Psicologia das cores: como usar para duplicar as suas vendas

Já reparou que muitas companhias de produtos orgânicos utilizam a cor verde em seu logotipo? E já notou a quantidade de livros de negócios com capas azul e laranja?

Isso acontece por um motivo muito simples: as cores são capazes de atrair o público. No primeiro caso, o verde remete à natureza e vai fazer os consumidores pensarem em plantas e árvores, que as pessoas rapidamente associam com vida saudável.

Já o azul e o laranja representam carreiras bem sucedidas, informações claras e amigáveis. São as cores escolhidas pelo Banco Itaú, por exemplo, para seu logo e produtos.

Entenda a Psicologia das Cores no Marketing

A psicologia das cores é algo poderoso. As cores “saltam” na mente e despertam sensações, antes mesmo que as imagens ou textos. É por isso que elas são tão importantes no marketing.

Pense na famosa dupla vermelho e amarelo do McDonalds. Ou mesmo na cor roxa do Nubank ou do Yahoo!. São cores que já fazem parte da identidade de cada marca e que ajudam o consumidor a identificá-las em qualquer lugar.

Os designers, especialistas em cores, sabem como elas provocam pensamentos e emoções e usam esse conhecimento para ajudar empresários a se conectar com seus clientes antes mesmo de saberem seu nome. E você pode contar com um profissional assim para acelerar sua boa reputação com seus clientes.

Em um estudo intitulado “Impact of Color in Marketing“, os pesquisadores descobriram que até 90% dos julgamentos rápidos feitos por consumidores sobre os produtos se baseiam apenas em cores.

Em relação ao papel que a cor desempenha na marca, os resultados de outro estudo mostram também que a relação entre marcas e cores depende da adequação percebida da cor que está sendo usada para a marca. Será que a cor “se encaixa” no que está sendo vendido?

O consumidor consegue fazer essa associação mesmo inconscientemente ao olhar o produto. E se a cor se revela distante do que o produto oferece, ele dificilmente vai comprá-lo ou usá-lo. É por isso que o designer profissional é tão importante na hora de montar sua empresa. E a Workana pode ajudar com isso. A seguir você confere algumas dicas de como usar as cores de forma ideal. Confira:

1. A cor define o “clima” da empresa

O que você deseja que as pessoas pensem a respeito de sua marca? Digamos que você opte por vermelho, que indica poder. Certo. Mas que tom de vermelho? Quão escuro (ou claro) ele deve ser? Estará em negrito ou não?

Tudo isso são questões importantes na hora de decidir a cor que será o carro chefe da sua marca. Afinal, voltando ao exemplo do vermelho, é isso que definirá o quão energético ele será – ou se será irritante e mal visto!

Clique aqui e encontre milhares de designers que poderão ajudar você a escolher as cores certas para o seu negócio

Além disso, você precisará encontrar a cor exata não apenas para outdoors e fachadas. Esse tom também deverá parecer harmonioso e evocar os mesmos sentimentos num cartão de visita ou num simples papel timbrado.

2. Crie sua paleta de cores

Vamos imaginar que você tenha optado por azul. Essa será a cor principal de sua logo, produtos e até mesmo de sua sede. Mas sejamos sinceros: fica complicado colorir absolutamente tudo com a MESMA cor. É aí que entra a paleta de cores da empresa.

Para obter um visual completo e dinâmico, você terá de definir uma paleta de cores completa, que envolva de quatro até no máximo 24 cores. Elas devem formar uma boa combinação juntas sem causar nenhum choque.

Se o azul for sua cor principal, haverá, por exemplo, outros tons mais claros e escuros de azul; além de cinza ou mesmo branco. A paleta lhe dará opções suficientes para as superfícies, estruturas, acessórios ou materiais de escritório relacionados à sua empresa.

Clique aqui e encontre profissionais que podem ajudar a pensar na mensagem que sua empresa deve passar aos clientes com seu visual.

3. O designer ideal

Você vai precisar de um profissional para te auxiliar diante de tantas novidades. Se você não possui ideias específicas, basta descrever seu negócio, seus clientes e que tipo de público deseja alcançar.

O bom profissional de design vai saber sugerir exatamente o que você precisa e mesmo criar sua paleta ideal, já que ele entende do assunto.

Então, depois de alcançar seus tons ideais para conquistar consumidores e fazer sua empresa crescer, é só começar a colher os resultados. Clique aqui e comece a contratar freelancers para obter os melhores resultados com o seu negócio

Ao criar seu projeto de Design e Multimídia, você poderá optar entre diversas categorias. Depois disso é só detalhar nos campos de descrição tudo o que você precisa.

4. Freelancers

É possível que você encontre por aí alguns sites que prometem a criação de logotipos e paletas de maneira gratuita. O grande problema é que nem todo CEO é designer, certo? Se esse for o seu caso, você não precisa contratar necessariamente um profissional fixo e sim trabalhar com um profissional freelance.

Na Workana, há diversos profissionais de design e de marketing que podem traduzir suas ideias em cores perfeitas, que vão atrair os olhares dos consumidores e fazer sua marca decolar.

E na Workana Store a grande vantagem é que você economiza dinheiro e tempo, e ainda terá a oportunidade de ter os melhores profissionais trabalhando para você, de forma rápida e segura.

Então não perca tempo e visite a plataforma da Workana agora mesmo (publique seu projeto já!). Há diversos profissionais e especialistas ansiosos para trabalharem com você e com sua marca!