Se você não consegue recuperar seu investimento em marketing online, algo não está sendo bem feito!

Se você não consegue recuperar seu investimento em marketing online, algo não está sendo bem feito!

A sua PME já investiu alguma vez em internet? As pessoas passam cada vez mais tempo na web, na sua casa, no escritório, no seu carro, ao caminhar, etc. Recuperar o investimento feito em marketing online e duplicar os benefícios é possível e neste artigo veremos como fazer isso.

Dos 624 milhões de latino americanos, 59.6% deles teve acesso à internet no ano passado. Na América do Sul essa porcentagem ultrapassa 65% e na América Central 50.8%, e este número continua crescendo a cada ano. Mas o que este número significa? Que os seus usuários ou clientes estão conectados e reafirma ainda mais, a necessidade de ter presença digital para desenvolver os negócios.

Os ativos digitais do seu negócio

A presença da sua marca na internet é conhecida como ativos digitais. Então, isto se aplica para:

  • Os sites do seu negócio;
  • Os perfis nas redes sociais (páginas no Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin, etc.);
  • Os seus apps e sua presença nos App Stores (Google, Apple, etc.);
  • As suas lojas virtuais (Mercado Livre, eBay, etc.).

 

O objetivo destes ativos é se aproximar dos consumidores, seja para gerar branding ou ativar uma ação (objetivo do performance marketing).

Não vamos mentir para nós mesmo… O objetivo final para recuperar o investimento é: conduzir os usuários aos ativos digitais onde a conversão é realizada.

Ou seja, utilizar as ferramentas de Marketing Digital para impulsionar o tráfego para seu site, às lojas virtuais ou lojas de aplicativos (lugares onde a compra do seu produto será feita), para cadastro de usuários ou a instalação do seu aplicativo.

Você já fez um site? Ou talvez um app? Provavelmente tenha um(a) community manager. E então, como recuperar o investimento?

  • Aquisição de usuários / Marketing online pago: nesta opção você gera tráfego no seu site de conversão de modo proativo, ou seja, pagando pelo tráfego.
  • Construção da marca / Crescimento orgânico: você construirá a marca, tentando gerar vínculos com os usuários e só então, gerar consumidores para o seu negócio.
  • Retenção de usuários / CRM: desenvolverá fluxos e ações para quem já comprou ou usou o seu app alguma vez, ou volte a fazer muitas outras vezes.

1 . Aquisição de usuários / Marketing online pago:

Objetivo 1: gerar tráfego no seu site ou e-commerce.

Canais:

  • SEM (Search Engine Marketing): basicamente você executa campanhas no Adwords e nas plataformas de outros motores de busca. Uma série de “gatilhos” são definidos para os seus anúncios e, esses “gatilhos” são palavras-chave, ou seja, o que as pessoas pesquisam na web. Dadas estas pesquisas, o seu anúncio começa a competir para ser mostrado.

Você paga por cada clique. Cada palavra-chave tem um custo por clique que varia de acordo com o tamanho da concorrência. “Comprar um iPhone” tem um custo por clique muito mais alto que “iPhone” porque é muito mais específico, esse usuário que clica em “comprar um iPhone” já está em uma fase avançada na decisão de compra.

Para executar estas campanhas é muito importante contar um profissional que saiba otimizar o seu orçamento, pois o segredo é manter um CPA (custo por aquisição) baixo. Isto é possível através da análise das diferentes campanhas existentes e todo o fluxo de conversão, melhorando assim o seu desempenho. É um trabalho constante!

Neste artigo você encontra mais conselhos sobre o SEM.

Neste link você pode encontrar os melhores freelancers de SEM.

 

  • Social Ads: Facebook, Twitter, Snapchat, Instagram, Linkedin, todas estas redes sociais têm os seus próprios modelos de valoração econômica para os seus anúncios. Devido a sua dimensão o Facebook e Twitter são os mais conhecidos. Os anúncios no Facebook têm uma enorme possibilidade de segmentação. Uma das ferramentas mais poderosas para quem executa as campanhas e quer atingir o público-alvo. Basicamente a informação que os usuários sobem ao seu perfil (dados sócio-demográficos) e o uso que lhes dão ao Facebook são possibilidades de segmentação.

Por exemplo, suponhamos que eu queira vender autopeças. Eu posso criar uma campanha com uma série de FB Ads que são vistos exclusivamente por homens de 40-45 anos que estejam divorciados, que vivem em Bogotá, Mar del Plata e em Guadalajara e que gostem de sites de carros. O melhor destes tipos de anúncio é que eles permitem expandir o seu alcance.

Neste artigo você encontra mais conselhos sobre Mídia Social.

Neste link você encontra os melhores freelancers de Mídia Social.

  • Anúncios de Display: Você tem uma enorme quantidade de sites que são visitados constantemente pelos usuários. Os anúncios de display são os típicos banners exibidos nesses sites. Basicamente o critério é aparecer nos sites que o seu público visita. Atualmente, a rede de anunciantes (assim são chamadas as redes onde você pode executar os anúncios de forma massiva). Atualmente, a maior rede é a da Google, mas existem muitas outras. Um bom profissional de marketing online saberá escolher as mais adequadas mediante os testes para medir a conversão.

Neste link você pode encontrar os melhores freelancers para Anúncios de Display.

Objetivo 2: otimizar o seu site ou e-commerce.

O seu site deve ter CTA (call to action) e funis de conversão bem definidos. Além da infraestrutura (servidores, bases de dados) necessária para que a experiência seja rápida e segura.

O que é um funil de conversão?

Basicamente é a forma como os visitantes percorrem o seu site destino até atingir o objetivo final (compra, cadastro, download).

Para ter um funil funcional, você deve definir e medir cada passo do visitante e também cada página que ele visita, considerando que em cada uma dessas etapas a quantidade de visitantes vai diminuindo. Por isso, é necessário estar sempre ajustando os detalhes para reduzir os pontos de fuga entre aqueles que visitam e os que realmente compram.

Boas práticas:

AB testing.

Medição.

Otimização.

Então você deve ir fazendo provas constantemente tanto nas campanhas, como nos funis dos sites, para que dessa forma o processo seja otimizado. É incrível, mas uma pequena mudança, como a cor de um botão, pode fazer que as suas vendas aumentem.

Recomendações:

2. Construção da marca / Crescimento orgânico

Além de pagar para gerar visitas nos seus ativos digitais, algo bem legal na internet é o tráfego orgânico. É legal porque é grátis (ou seja, não tem que pagar por clique) e além disso é uma bola de neve, se você criar estratégias inteligentes e ter um bom produto, o seu potencial de crescimento é enorme.

Objetivo 1: construção da marca

Em primeiro lugar, você tem que entender que a internet é um universo com muitos lugares para gerar comunidades e como o Henry Jenkins diz:

“As comunidades de hoje em dia são geradas por afinidades e não por localização geográfica.”

Entender isso é compreender uma mudança de paradigma, onde a comunicação é multidirecional e instantânea. Além de tudo ser comprovado, pois a internet mantém um histórico. Então para gerar marca você deve construir relações baseadas na interação e afinidade, criando e compartilhando conteúdos que sejam interessantes para o usuário, que agreguem valor, para diverti-lo, emocioná-lo e ajudá-lo em sua vida.

Portanto:

  • Crie uma estratégia de mídia social: em quais redes você estará, qual será o propósito de cada uma delas e como vai gerenciá-las. Contrate um bom especialista de mídia social e um ótimo Community Manager. Por exemplo: no Twitter temos a @workana para ajudar os empreendedores e freelancers da América Latina a crescer, a @workanabr tem o mesmo objetivo, no entanto é destinada ao público brasileiro e a @workanahelp foi criada para atender exclusivamente o cliente.
  • Construa uma estratégia de conteúdos poderosa: o conteúdo é o novo rei. Através dos conteúdos você pode ampliar o leque de conhecimento da sua marca e se tornar um membro ativo da comunidade, gerando valor. Contrate um especialista em marketing de conteúdo.
  • Crie espaços de comunidade (físicos e online): convoque as pessoas para participar de webinários ou eventos e compartilhe o seu conhecimento e experiências com eles.

Objetivo 2: gerar tráfego

Criar uma comunidade e as estratégias de crescimento orgânico não servem apenas para gerar reconhecimento de marca, mas também para gerar tráfego (altamente qualificado) no seu site, o que pode se transformar em vendas/cadastros/downloads. Tráfego sem custo que tem grandes probabilidades de alcançar seus objetivos.

  • Prepare os seus sites para SEO (search engine optimization): um site que carrega rápido, preparado para celulares, que não tenha conteúdos duplicados, que siga as recomendações do Google e com conteúdos associados com palavras-chave estratégicas que farão suas páginas ganhar relevância nos motores de busca e melhorem o seu posicionamento, o que atrairá mais visitantes. A batalha é estar entre as duas primeiras páginas de busca mais interessantes para o seu negócio. Você pode dar o primeiro passo fazendo uma análise SEO do seu site com estes profissionais para otimizar o seu site.
  • Gera CTA (call to action) em seus conteúdos. Criar artigos no seu blog, postagens nas redes que têm os seus produtos ou soluções e não se esqueça de convidar as pessoas para conhecer o seu site e medi-lo, só assim poderá otimizar os resultados.
  • Imprensa e conteúdos em outros sites relevantes: certamente conseguir ser notícia (em meios relevantes) gera exposição da marca e mais visitas. Isto é crescimento orgânico e desperta interesse nos seus produtos / serviços. Da mesma forma, que gerar convites em forma de links em outros sites (empresas amigas, plataformas de serviços) pode aumentar o número de visitantes no seu site.

3. Retenção de usuários / CRM

Se você já está investindo na geração de usuários ou clientes, acredite que retê-los é 7 vezes mais barato. Você só precisa aproveitar as ferramentas de marketing digital e o conhecimento do usuário para gerar a recompra.

Objetivo 1: manter uma comunicação com o cliente sobre os novos lançamentos, novas funcionalidades e a informação que pode acrescentar na experiência do usuário.

Objetivo 2: oferecer serviços adicionais e gerar novas visitas orientadas à recompra.

Existem dois grandes canais digitais para a retenção de usuários / clientes:

  • Email Marketing: seus usuários ou clientes são registros no seu banco de dados. Este é um dos ativos mais importantes da sua empresa. Você deve manter uma base de dados limpa e saudável e definir uma estratégia de email marketing para ativar os seus registros. Através da automatização você gera campanhas que são ativadas de acordo com o uso e que tentam acompanhar o processo de recompra. E, através dos newsletters você pode fazer ações específicas para publicar novidades ou lançar ações de marketing direto.

Neste artigo você pode encontrar mais informações sobre email marketing.

Neste link você encontra excelentes freelancers em email marketing.

  • Notificações para aplicativos: você tem site e aplicativos móveis. Já faz um tempo que as notificações aparecem no navegador ou nos apps. Com esta ferramenta, você pode enviar mensagens segmentadas igual o email marketing. Elas podem ser automatizadas ou enviadas em uma campanha específica.  Este é outro canal de comunicação direto para manter os seus usuários ativos e agregar valor, novamente a criatividade e o método (AB testing, medição e otimização) gerará grandes resultados.

Aqui você pode encontrar os melhores freelancers em CRM. E nos próximos artigos nos aprofundaremos nas táticas e ferramentas de marketing de retenção.

Através destas três estratégias você pode ativar o seu negócio na internet, não se trata simplesmente de ter presença com um site e redes sociais. Para fazer um paralelo, quando você abre um local ou uma loja esse é o primeiro passo, a partir daí você deve criar estratégias e ações para os consumidores chegar até você e comprar.

O melhor da internet é que tudo é visível e pode ser medido. Você pode acompanhar cada centavo que você investe e saber qual será o seu retorno exato. Se hoje em dia, a sua PME não está aproveitando os benefícios da internet para alcançar os seus objetivos, algo estás fazendo de errado e com certeza perdendo oportunidades incríveis. É importante continuar se especializando e contar com a colaboração de especialistas.

Uma das grandes vantagens do marketing online são suas métricas.

Contratar um freelance te dá uma grande vantagem: fazer o teste sem aumentar os custos fixos do seu negócio.

Publique um projeto em busca de um grande profissional de Marketing Digital e comece agora!