Saia da inércia e faça o seu negócio crescer!

Saia da inércia e faça o seu negócio crescer!

Como duplicar o seu empreendimento online em um ano melhorando os seus processos em 15%

Muitas vezes, nós ouvimos falar sobre o growth hacking, mas o que exatamente é isso? É possível duplicar o meu negócio online em 1 ano?
Neste post e nos próximos iremos tentar explicar grande parte do problema, os caminhos que você deve percorrer ou soluções que deve implementar para conseguir que o seu negócio online cresça duas vezes mais (ou mais do que isso) em 1 ano.

Como primeiro ponto, vale esclarecer que não há balas de prata: esta série de posts não vai te dar a receita mágica para conseguir que o seu negócio online ou aplicativo cresça, simplesmente porque essa receita não existe. Só será possível depois de muito trabalho e esforço.

A solução está em identificar e dividir o grande problema de fazer o seu negócio crescer em problemas mais simples e melhorar cada um dos processos da sua aplicação.

Suponhamos por um momento e de maneira didática que o seu negócio online hoje tem os valores que vou detalhar abaixo. É importante que você possa quantificar sempre em seu produto todas essas variáveis, porque vai tentar acionar cada uma delas para conseguir o crescimento que deseja. Se você não pode medi-las, não pode melhorá-las.

W-Info-

O que é cada uma destas variáveis e como você pode medi-las? Como melhorá-las e otimizá-las?

1 – Audiência ou público total ao qual você dá a conhecer a existência dos produtos ou serviços que oferece em seu negócio online. Isto pode ser feito por diferentes canais: marketing online, social media, imprensa, marketing tradicional, etc.

A ação fundamental neste ponto é conseguir que a audiência seja o maior possível, mas levando em conta que ela seja o cliente em potencial do seu produto. Por um lado, você deve incrementar o tamanho da audiência; e por outro, otimizar a quem você mostra e analisar quais segmentos não estariam interessados no que você oferece. Exemplo: Se você vende serviços localizados em determinada região geográfica, não tem sentido oferecê-los a um público de outra região ou país.

Em nosso exemplo didático, esta audiência está composta por 1 milhão de clientes em potencial.

2 – CTR ou Click Through Ratio. Dada a audiência a qual você quer dar a conhecer os seus produtos ou serviços, uma parte se interessará e chegará ao seu site ou aplicativo. A esta porcentagem normalmente se denomina CTR. Em nosso exemplo, é 5%.

3 – Visitas: o resultado da audiência multiplicado pelo CTR nos dá as visitas que você recebe em seu aplicativo ao contrário da audiência original. Estes clientes em potencial se interessaram em seus anúncios e chegaram à sua home page ou landing page (primeira página da sua aplicação que o usuário vê). Esta é a oportunidade que você tem de convencê-los de que o seu produto é o que eles precisam. Para isso, as suas landing pages devem ser claras no que oferecem e coerentes com o que o usuário está buscando.

4 – Conversão de visitas a lead. Uma parte das visitas continua interessada e se registra dentro do seu site ou em seu aplicativo. Ainda que não seja cliente, já se identificou; você possui (em geral) o seu e-mail, Twitter ou Facebook, e ele está claramente interessado no que você oferece. Neste ponto, o processo fundamental a melhorar e otimizar é o do registro: o quão fácil é, quais aspectos geram identificação por parte do usuário, etc. Nosso exemplo é de 5%.

5 – Lead:  geralmente se denomina “lead” a porção das visitas que continua interessada no que você oferece e se registrou em seu aplicativo/site. Delas, você têm dados básicos de registro, já são usuários palpáveis, você pode entrar em contato com eles via e-mail, telefone (se tiver esta informação), Twitter ou algum outro meio de comunicação.

6 – Conversão de lead ao cliente. Nem todos os usuários que se registram em seu aplicativo ou site terminarão comprando o que você oferece. Aqui, entre em jogo o potencial de venda do seu produto ou serviço, os seus processos online e offline, seu e-mail marketing, etc.

As perguntas a responder neste ponto são: é fácil para o usuário buscar o produto que deseja? Quantas etapas têm no momento do pagamento? Encontrou o que buscava? Devo oferecer algo similar ao que está buscando? Etc.

Como repetir, otimizar e melhorar o seu aplicativo ou site para responder a estas perguntas é um trabalho árduo. Nós falamos de algo parecido em um post anterior sobre seguir un método ao construir o seu aplicativo.

7 – Clientes: são todos aqueles usuários que se registraram em seu site e compraram pelo menos 1 vez os serviços ou produtos que você oferece. Em nosso exemplo, 30% dos leads se convertem em clientes comprando pelo menos 1 vez.

8 – LVT ou Lifetime Value de um cliente: é como normalmente se denomina o lucro líquido médio que um cliente nos deixa durante o tempo que é cliente do nosso produto. É muito importante que você sempre conheça este valor, já que pode determinar se um negócio tem ou não. Se o LTV é maior do que o custo de adquirir um novo cliente (ou CAC), então você tem um negócio 🙂 Se não, você deveria se preocupar e só se focar em melhorar estes valores até conseguir LTV > CAC. Em nosso exemplo, o LTV de um cliente é $50.

9 – Revenues totais. O LTV multiplicado pela quantidade de clientes nos dá o valor total líquido que obtivemos dos clientes do nosso site ou aplicativo em um determinado período.

Agora, suponhamos que dedicamos 1 ano a melhorar as variáveis que podemos influenciar e conseguimos melhorar “apenas” 15% cada uma delas. Um pouco mais de 1% de melhora mensal não parece ser grande coisa, não é?  🙂

Como já mencionei, em posts posteriores vamos focar no problema de otimizar e melhorar cada um destes 5 pontos. Melhorar todos eles implica um árduo trabalho e certamente você terá que encará-los com profissionais de diferentes habilidades.

Enquanto isso… o que você está esperando para já ir melhorando algumas destas variáveis? Defina como meta para 2016 duplicar o volume do seu negócio online!

Na Workana, podemos te ajudar a conseguir agora….

  • Profissionais de Marketing que te dêem assessoria para melhorar e aumentar a sua audiência, seus anúncios e gerar novas campanhas. Assim, você irá otimizar o seu CTR e a quantidade de visitas que recebe de clientes em potencial.
  • Profissionais de Design para criar landing pages impactantes, homepages e renovar a sua imagem para que esteja de acordo com o produto que você oferece.
  • Profissionais de TI e programadores que te ajudem a melhorar os fluxos do seu aplicativo, processo de registro, buscadores, adicionar métodos de pagamento, melhorando a sua conversão de visita a lead e conversão de lead a cliente.

Fernando Fornales, Co-Founder na Workana🙂

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *