Sarah Chambers: "Não permita que uma queda na bolsa te deixe sem emprego"

Sarah Chambers: "Não permita que uma queda na bolsa te deixe sem emprego"

“Cada vez mais, os trabalhadores independentes devem ser experts em “produzir limonada, quando as economias só entregam limões; é uma tarefa difícil, mas uma ferramenta chave na sobrevivência profissional como freelancer.”

Em meu país natal, os Estados Unidos, temos um divertido ditado que diz que quando nos dão limões, é preciso tomá-los e fazer uma limonada. É um conselho que damos entre companheiros, amigos e família quando a vida ou o trabalho no entrega resultados ou momentos desfavoráveis, onde uma pessoa deve fazer o melhor que puder em uma situação e “seguir adiante”, como se diz no Chile, onde atualmente trabalho como freelancer há dois anos. (Aprenda mais sobre Sarah!)

Dentro do marco do relatório recentemente compartilhado na Workana sobre a mudança do paradigma na América Latina, queria ressaltar o Dia Internacional do Trabalhador, com um convite para diversificar e dinamizar os seus clientes, grupos de trabalho e fontes de ganho para criar a melhor fundação possível… agora! E que não deixemos esta oportunidade e tarefa essencial para amanhã!

O investimento que você faz em tempo, capacitação e outros recursos para reforçar as suas habilidades como freelancer é algo que poderia gozar dos resultados pela vida, estabelecendo um estilo de trabalho realmente móvel e autosustentável, para que nunca mais uma queda na bolsa comercial do seu país ou a contínua automatização de processos te deixe sem uma oportunidade de trabalho.

Pelo contrário, no momento de se tornar independente, você estará concretizando um sonho que inúmeros trabalhadores apoiaram em seus trabalhos de humanizar os horários de trabalho, e o tema central do Dia Internacional do Trabalhador, comemorando os protestos de 4 de Maio de 1886 em EE.UU. (denominado como Haymarket Affair) a favor da carga horária de 8 horas, algo que ainda não foi conquistado em muitos países 130 anos depois!

Talvez, pensar nestes sindicatos que existiram em 1886 poderia soar um pouco antigo, ou um tipo de organização reservada para outros ofícios mais massivos, mas provavelmente não imaginaram que o modelo de sindicato conseguiu incluir também os mais modernos ofícios como o do Freelancer!

Os grupos The Freelancers Union, (EE.UU.), The Association of Independent Professionals and the Self-Employed (U.K.), a Federación Internacional de Periodistas e, claro, redes como a Workana Partners poderia ser a chave para a contínua profissionalização e preservação da nossa querida paixão por trabalhar livremente, onde e como queremos.

Espero que este dia dê a você o impulso para se atrever a dar os primeiros passos agora para conseguir o futuro que espera e não deixá-lo nas mãos de ninguém, nunca mais. Um brinde a isso!

Sarah Chambers – Freelancer destacada na Workana.

Para demostrar as suas habilidades como Freelancer, não perca a oportunidade de se candidatar aos seguintes projetos publicados na Workana!

Você precisa de uma campanha para impulsionar o seu negócio? Crie um projeto contando as suas necessidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *