Tendências 2020: Como se prepararam os setores do varejo e e-commerce para este novo ano?

Um novo ano está começando e traz consigo novos desafios que nos obrigam a repensar objetivos, ações e estratégias. As tendências 2020 nos mostram um pouco do que virá e para onde os mercados apontam.

Neste artigo, queremos te apresentar as tendências de dois mercados que definitivamente representam a maior demanda em todos os aspectos: o varejo (retail) e o ecommerce.

Ambos mercados possuem mais coisas em comum do que vocês possam imaginar e de fato, as inovações tecnológicas estão mudando todo o setor no mesmo ritmo que fazem os e commerces ou simplesmente as lojas virtuais.

A velocidade das inovações foi tão grande que estes dois setores já estão apostando em estratégias e recursos como big data, realidade virtual, entre outros.

A seguir, te apresentaremos as tendências de cada setor e de cada mercado e assim poderá preparar-se para conquistar seu mercado em 2020.

Tendências 2020 para o varejo: inovação em sua máxima expressão

As inovações neste setor vão desde a automatização de processos até a integração de Inteligência Artificial (IA) nos serviços. Em 2019, observamos uma evolução nas cadeias varejistas, que se mostraram mais abertas à aplicação de novas tecnologias para melhorar aspectos como logística, serviços e melhor experiência de compra nos pontos de vendas e canais digitais. 

Se você quer que seu negócio se destaque e alcance um posicionamento privilegiado dentro do setor do varejo para melhorar as vendas e os lucros, fique de olho nas seguintes tendências: 

#1: Tenha mais de um canal de vendas

Alguns varejistas cometeram o erro de marcar presença online como se representassem outro negócio, ou como se fossem um revendedor diferente. Porém, é fundamental unificar conceitos, principalmente quando se pretende chegar aos consumidores (shoppers) millennials. 

Seu negócio deve ser visto e ser percebido da mesma forma tanto nos canais offline, como nos meios online. E os serviços que você oferece ao seu público precisam ser similares em todos os canais de venda e promoção, dentro e fora da Internet. Pois somente desta forma será possível incrementar o reconhecimento por parte dos clientes.

Desde já comece a perceber a forma com a qual os consumidores exigem unidade no conceito de todos os canais de vendas a um varejista, sendo assim, comece a tomar ações para tornar isso possível em seu negócio.

#2: Melhor experiência de compra para os clientes

Ainda que o comércio eletrônico siga crescendo, os especialistas estimam que os pontos de vendas permanecerão essenciais para os varejistas. Sendo assim, deve-se melhorar a experiência de compra dos consumidores.

É necessário introduzir novas tecnologias para otimizar o processo de compra dos clientes na sua loja física. A ideia é oferecer ao consumidor um valor agregado, que o faça relembrar essa experiência no seu ponto de vendas como algo positivo e querer repeti-la. 

Embora não seja o único aspecto fundamental, treinar a sua equipe será indispensável para conseguir oferecer uma ótima atenção ao cliente.  E para isso, você poderá contar com o apoio de consultores freelancers capazes de oferecer as capacitações pertinentes aos seus funcionários.

#3: As novas tecnologias

Da mesma forma que os consultores serão de grande ajuda para a capacitação da sua equipe em novas técnicas de vendas, os freelancers especialistas em TI também poderão te orientar durante a incorporação de novas tecnologias no seu negócio.

Entre as tecnologias que já aparecem como tendência para o setor de varejo em 2020 estão:

  • Big Data: para compilar e processar os dados dos seus clientes que te permitam gerar campanhas de fidelidade e de atração para novos clientes.
  • Inteligência Artificial: para automatização de processos que permitam oferecer sugestões e implementar técnicas de vendas cruzadas.
  • Software de Realidade Virtual e Realidade Aumentada: para oferecer aos seus clientes a possibilidade de conhecer os produtos a partir de uma melhor dimensão e facilitar o momento da decisão de compra.

Um dado interessante é que, de acordo com o site Stadista, o valor de mercado de softwares para o setor de varejo que utilizam RA e RV podem alcançar 500 milhões de dólares em 2020. 

Isto significa que é preciso implementar estratégias que incorporem estas tecnologias que serão tendência em 2020, para que seu negócio esteja na mente dos clientes em potencial como uma das opções.

Poder contar com a ajuda de freelancers com habilidades e conhecimentos nestas tecnologias significa ganhar a segurança de poder oferecer aos seus clientes as melhores experiências de compra, para, desta forma, conseguir se destacar no mercado varejista.

Tendências 2020 para o setor de e-commerce

De acordo com a consultora Gartner, em 2020, aproximadamente 60% dos comércios eletrônicos estarão focados em implementar Inteligência Artificial e a Automação de Marketing, com o objetivo de melhorar a experiência do usuário e o processo de compra.

Também se prevê que um terço da receita no mercado eletrônico será produzido através de tecnologias de Inteligência Artificial.

#1: Realidade Aumentada e Realidade Virtual

Assim como no setor de varejo, o e-commerce aponta para a utilização de tecnologias que permitam a implementação de RA e RV. De fato, segundo o último estudo de Gatner, a projeção é a de que aproximadamente 100 milhões de consumidores vão fazer suas compras assistidos por este tipo de tecnologia.

Estes 100 milhões de consumidores estimados incluem compradores online e compradores em lojas físicas. Isso se deve ao fato de que a Realidade Aumentada juntamente com a Realidade Virtual facilita a integração dos produtos em torno dos compradores.

É assim que essas tecnologias permitem que os clientes sintam quase que fisicamente o produto que desejam comprar e  conseguem visualizar o mesmo no ambiente de uso.

Algumas das empresas que já estão utilizando estas tecnologias de Realidade Aumentada são Sephora, IKEA e Amazon.

#2: Machine Learning e Inteligência Artificial

Tanto o Machine Learning como a Inteligência Artificial são duas das tendências mais importantes em 2020 dentro do e-commerce.

A integração destas duas tecnologias permitirá oferecer uma melhor experiência de usuário, já que permite identificar, analisar e traduzir em estratégias os hábitos de compra dos usuários.

Sendo assim,já é hora de pensar em contratar um freelancer especialista nestas tecnologias para controlar um sistema que se baseie em dados obtidos ou capturados através do aprendizado automático, os quais gerem informações que facilitem a conversão de clientes. 

#3: Big data a as recomendações personalizadas

Segundo estudos realizados por diversas consultorias de tecnologia no setor de e-commerce, 45% dos clientes preferem comprar em uma página ou loja online que tem recomendações de produtos de forma personalizada.

E desses 45%, aproximadamente 56% voltariam a comprar em uma loja online na qual já compraram graças às mesmas recomendações personalizadas.

É por isso que, com a chegada deste novo ano, você precisará incorporar seções como “Lista de desejos”, “ Sua coleção” ou similares que orientem os usuários durante a navegação e estimulem a compra. E para isso, será necessário contatar um profissional de TI que possa programar esse tipo de estratégia para o seu comércio eletrônico.

Conclusão

Agora que você já sabemos quais serão as principais tendências para 2020, chegou o momento de responder à pergunta chave deste post: Como você se preparará para esse novo ano?

Conte com as informações necessárias para melhorar seu negócio, seja no varejo ou no comércio eletrônico. 

Aqui na Workana, você encontra os melhores talentos independentes que te ajudarao a planejar e incorporar novas ações e estratégias para continuar fazendo seu negócio crescer e se destacar através das tendências de cada temporada. 

Estes artigos podem ser úteis:

Milhares de freelancers prontos para começar a trabalhar no seu projeto.

Subscribe to the Workana newsletter and keep updated