5 Conhecimentos de Marketing Digital que todo freelancer deve ter

Você é freelancer ou quer começar a trabalhar de forma independente? Então podemos te dizer desde já que, independentemente da sua área de atuação ou especialidade, é preciso ter algumas noções de marketing digital e de marketing pessoal – sim ou sim!

Mas porque eu preciso saber de marketing se sou designer, programador ou assistente virtual, você deve estar se perguntando. E é justamente sobre isso que vamos te explicar neste artigo.

O Marketing Digital: a melhor forma de chegar ao seu público alvo.

Qualquer empresa, marca ou profissional que queira oferecer seus produtos ou serviços hoje em dia, precisa recorrer à Internet porque é justamente lá que todos estão buscando produtos e serviços.

Além disso, sabia que a maioria dos projetos freelance de todas as categorias estão relacionados, direta ou indiretamente, com o marketing digital? Ser um profissional em sua área e que ainda tenha noções básicas de SEO, redação persuasiva, redes sociais ou qualquer outro ramo relacionado te dará um plus muito competitivo quando se tratar de ganhar projetos.

Quem é seu público ou objetivo? Como os potenciais clientes te buscam?

Seu público alvo é qualquer pessoa ou empresa que possa chegar a solicitar seus serviços e isso incluem empresários, empreendedores e funcionários responsáveis por algum projeto que precisem de suas habilidades. A maneira de chegar a este setor de clientes em potencial mudou radicalmente, para o bem, com a chegada da Internet.

Pense no que você faria primeiro se precisasse de um dentista próximo à sua residência: exatamente, você faria uma busca em seu telefone através do Google ou faria esta mesma busca em seu PC. Pois é exatamente dessa mesma forma que os clientes estão pela ajuda de um profissional freelancer. Por isso, é essencial ter presença digital.

Os pilares do marketing digital que você deve levar em consideração como freelancer são:

1.- Reputação e autoridade

Seu perfil profissional deixa rastros digitais pela internet. Se quer conseguir mais projetos essas pegadas precisam ter uma reputação incontestável de clientes satisfeitos e autoridade em sua área de especialização. Como conseguir? É importante que deixe evidências online comprovadas de toda a sua experiência e resultados; por exemplo, se você é um designer gráfico, seu portfólio de ilustrações, logos ou imagens devem estar nas plataformas adequadas e ao alcance de quem precisar.

Por outro lado, também é bom explorar, ainda que seja de maneira superficial, como funciona o marketing de conteúdos. Criar peças de conteúdo, que seja de artigos para blog, podcasts ou vídeos nos quais possa compartilhar os seus conhecimentos, opiniões e experiência em seu segmento  irão atrair para você os projetos ideais para o seu perfil, pois estes termos chave que se relacionam com o seu trabalho, traçam uma rota desde o cliente potencial até você. E isso tem tudo a ver com o SEO, como veremos daqui a pouco. 

2.- Marca Pessoal

Nem todos os freelancers, mesmo que façam o “mesmo tipo de trabalho”, são iguais. Você tem uma marca pessoal com o seu estilo, o tipo de atenção que você oferece, as suas ferramentas e técnicas próprias e claro, a qualidade do seu trabalho.

Criar uma marca pessoal se trata justamente de reunir todos esses elementos em uma imagem profissional que te torne único e que motive o cliente a decidir, entre centenas de propostas, confiar na sua. Além de fazer com que os seus clientes atuais continuem te contratando, é claro! 

Não é preciso de um super conhecimento de marketing para estabelecer a sua marca pessoal e conseguir o match perfeito com o cliente, simplesmente você precisa ter super claro o que te diferencia dos demais em seu ramo de atividade, ou seja, sua proposta de valor e ter certeza de que tudo em seu perfil te projete para a perfeição.

Se quiser ir mais além, pode mandar desenhar seu próprio logo, pensar em um slogan poderoso, ter o seu próprio site web, enfim, é uma lista longa.

3.- Redes sociais

Quando se é um profissional independente, as redes sociais podem fazer muito ao seu favor, mas não estamos nos referimos a sua conta pessoal do Instagram onde você compartilha frases motivacionais e fotos da sua viagem, mas sim a perfis especificamente desenhados para o trabalho. Pode ter uma fanpage da sua marca no Facebook, um perfil campeão no Linkedin, uma conta no Twitter focada somente em temas relacionados com a sua especialidade, etc.

Além disso, existem muitas comunidades dentro e fora das redes que já estamos acostumados a usar e fóruns virtuais que foram pensados para criar vínculo entre profissionais de uma mesma área e dar a eles visibilidade. Alguns exemplos são deviantART e Behance para os designers, e GitHub ou Code Project para programadores e desenvolvedores de software.

4.- SEO

Já falamos um pouco sobre a importância de ter um site e criar peças de conteúdo em termos de marca pessoal e as suas pegadas digitais no mundo virtual. Agora, considere que para qualquer um desses casos, vai precisar de uma redação poderosa, persuasiva e sobretudo otimizada para motores de busca.

A otimização para motores de busca, geralmente denominada de SEO não é nada além de adaptar todo o seu conteúdo web aos critérios do Google para se posicionar entre os primeiros resultados de busca nas consultas mais frequentes de seu público alvo. Parece simples, mas na realidade implica em levar em consideração uma série de fatores técnicos e inclusive uma análise constante de rendimento digital.

Se quiser começar a conhecer mais sobre SEO, não deixe de ler este artigo

5.- Plataformas de trabalho freelancer

Finalmente, uma das melhores maneira de fazer o seu marketing digital trabalhando como freelancer é apostar em plataformas especializadas no trabalho independente. Na Workana, já somos a maior página de trabalho remoto e freelancing na América Latina. A seguir, vamos te explicar como e porque trabalhar com a gente permite cobrir boa parte dos seus requerimentos de marketing.

  • Crie um perfil profissional que todos os clientes possam ver: seu público alvo já está na Workana. Este é o espaço perfeito para que você e o seu talento tenham todas as oportunidades que precisa.
  • Poderá buscar centenas de projetos em sua área de trabalho: não somente os clientes te buscam, mas também publicam projetos para que você possa mandar uma proposta fabulosa e começar a trabalhar com os que melhor se adaptam ao seu perfil.
  • Gerar reputação e autoridade: Cada cliente satisfeito e cada avaliação positiva vai aumentando sua visibilidade e o seu ranking na Workana. Nosso sistema de méritos se tornou uma peça chave para que cada vez mais empresas confiem em nossos freelancers.
  • Seu pagamento está garantido: Cuidamos ao máximo da transparência e da confiança: antes de começar a trabalhar em um projeto, seu pagamento será depositado em garantia e quando entregar o trabalho, o cliente somente têm que liberar o pagamento que já foi realizado. Se existir alguma complicação, nossa equipe de trabalho estará pronta para analisar o problema e arbitrar com objetividade e total ética.

Como você pode perceber, a Workana não é somente uma grande forma de começar a gerar clientes pela internet e além disso, é a melhor forma de manter um fluxo de trabalho estável que te permita ter o estilo de vida freelancer que você busca.

Registre-se agora mesmo e, se já estiver cadastrado, não deixe de conferir nosso guia para se tornar HERO e alcançar o nível dos melhores colaboradores da plataforma.

Este artigos também podem ser úteis: 

Milhares de freelancers prontos para começar a trabalhar no seu projeto.

Subscribe to the Workana newsletter and keep updated