Meu antes e depois do curso “Como se tornar um Freelancer de Sucesso e deixar seu trabalho em 30 dias”

Vertigem… 

Isso foi o que eu senti quando comecei neste mundo tão fascinante e desconhecido.

Eu quero te falar de mim, do que senti, das minhas expectativas e de tudo que me aconteceu para que, hoje, depois de algum tempo, eu consiga pisar em solo firme.

Mas preciso que você saiba que eu não cheguei até aqui sozinha…

Minha “caixinha de memórias”

Lembro a minha primeira proposta… Não sabia nem por onde começar! Era uma sensação estranha e confusa, algo assim como “falar para o mesmíssimo nada”. Realmente havia alguém lá do outro lado? Leriam minha mensagem? E mais importante: me responderiam?

Tanta foi a emoção quando vi a mensagem agradecendo essa proposta que me animei a enviar outra comunicando minha intenção de participar dos próximos projetos.

Foi como uma injeção de adrenalina….

Continuei com as propostas: foram 10, 20, 30 e muitas mais… Então, decidi deixar de contá-las, porque sinceramente isso era frustrante e “sabotava” meu entusiasmo. Agora mais que nunca, precisava aplicar a grande habilidade (ou skill, diriam os que sabem) de ser perseverante.

Meditando, cheguei à conclusão de que, se fosse tão simples, todos seríamos donos do nosso próprio tempo. Mas não é assim… Precisamos conquistar esse direito sagrado!

Insisti tanto até que finalmente, consegui!

Se eu já estava nervosa antes, agora meu nervosismo estava a flor da pele. A responsabilidade era muito grande: primeiro projeto, primeiro cliente, primeira experiência na plataforma. Tudo era um desafio…

Pensei novamente: “eu posso, pude com tantas coisas até aqui (com certeza, vocês também), então, por que não poderia agora?”

Então, mergulhei de cabeça, me dediquei 100% e me saí muito bem! Eu já tinha um projeto completo, minhas 5 estrelas, uma qualificação mais do que positiva. E agora, qual era o próximo passo?

Eu precisaria mandar tantas propostas para ganhar um projeto novamente?

Não, não… Tinha que haver outra maneira de conseguir! Talvez, uma forma mais simples, mais objetiva ou mais garantida de progressar. Enfim, alguma coisa precisava mudar…

Então, chegou o curso!

Como se os “anjos workaneros” tivessem me escutado, a plataforma lançou o curso “Como se tornar um Freelancer de sucesso e deixar seu trabalho em 30 dias”. Acho que não cheguei nem sequer a piscar os olhos antes de clicar emInscreva-se.

Com ele, aprendi a:

  • Planejar meu dia de trabalho para ser mais produtiva (e isso era algo muito difícil para mim);
  • Elaborar uma proposta que “seduza” o cliente;
  • Reconhecer as habilidades que me tornam “única” na minha área (esse é meu segredo! 😉 );
  • Saber quanto cobrar pelo meu trabalho (um dos principais motivos que me levou a fazer o curso);
  • Reforçar a importância das certificações dentro da plataforma (Workana já tem presença no mercado asiático, então, você precisará saber Inglês!);
  • Calcular meu gasto mensal para poder projetar os seguintes;
  • Descobrir meus horários mais produtivos durante o dia (sou uma coruja 🙂 )

Além disso, o curso me ajudou a pensar na possibilidade de criar uma equipe de trabalho, proporcionando-me as ferramentas para conseguir fazer isso. Isso me encheu de ilusões… Já estou formando minha equipe de trabalho, na qual incluí um corretor/revisor e um designer gráfico… E continuarei apostando por muito mais!

Como um “plus” (porque a Workana lidera dando o exemplo), tivemos a possibilidade de conhecer a Natalia Welner, a professora que nos deu o curso.

Seus vídeos estavam cheios de contenção e compreensão. Era algo que conseguíamos ler nas entrelinhas: ela nos entendia, porque tinha percorrido o mesmo caminho que todos nós.

Criou e administrou o grupo de WhatsApp para os alunos do curso (e continua  fazendo isso até hoje).

Tive a oportunidade de falar com ela através de textos e áudios, onde se escutava essa voz cheia de energia positiva, alegria e vocação por ajudar.

O curso “Como se tornar um Freelancer de sucesso e deixar seu trabalho em 30 dias” me deu a segurança que eu precisava para renovar minha auto-confiança e ganhar presença dentro da plataforma.

Eu consegui! Por que você também não conseguiria?

Anime-se a participar!

Mariela De Gregorio

Inscreva-se à newsletter da Workana e mantenha-se atualizado