Clientes e profissionais: 6 chaves para deixar de postergar suas tarefas

Para muitos, é o grande inimigo do nosso tempo, o culpado da baixa produtividade e o causador de não conseguirmos realizar nem um terço das tarefas que tínhamos previsto para o dia.

Falamos sobre procrastinar, a ação de ir adiando tarefas importantes e substituindo-as por outras que nos dá maior satisfação. Em uma época na qual empreendedores e freelancers podem escolher quando e onde querem trabalhar, isto se tornou uma verdadeira dor de cabeça para muitos.

Ainda que em maior ou menor grau, todos nós temos tendência a postergar. Existe uma série de técnicas que podem te ajudar a deixar de lado a postergação e se converter em uma pessoa que cumpre suas metas diariamente. Como? Aqui compartilhamos 6 chaves para deixar de procrastinar e dar as boas vindas à produtividade.

Como deixar de procrastinar no trabalho? 6 dicas para ser mais produtivo

  1. Engula este sapo
postergar engolir sapo
Autor: Yamanaka Tamaki

Este conceito foi introduzido pelo empresário e autor Brian Tracy em seu livro Eat That Frog e basicamente consiste em fazer antes de tudo esta tarefa que te deixa preocupado e te faz seguir evitando-a uma e outra vez.

Segundo um antigo ditado, se a primeira tarefa que você realiza ao começar o seu dia é comer um sapo vivo, nada pior pode acontecer no resto do dia.

Por isso, trate de “engolir” esta tarefa difícil no início da sua jornada, porque a satisfação de se livrar dela te encherá de energia e motivação para seguir com outras tarefas que você esteve postergando (e todos nós sabemos que se continuarmos postergando, não deixará de dar voltas em nossa cabeça).

  1. A regra de “um minuto”

Esta é uma regra incrivelmente fácil e efetiva para deixar de procrastinar. Consiste em tirar de cima todas as pequenas tarefas que podem ser concluídas em menos de um minuto, para assim ter a sensação de tranquilidade ao ter avançado com estes pequenos “assuntos pendentes” que temos tendência a postergar e ocupam muito espaço na lista de coisas para fazer.

Desde anotar uma reunião até responder um email, apresentar um documento, revisar as tarefas do dia, fazer uma ligação rápida para marcar uma reunião pendente ou organizar o seu espaço de trabalho… Se você puder fazer em menos de um minuto, não adie mais! Por se tratar de tarefas rápidas e nada difíceis de seguir, produzem grandes resultados e afetam positivamente a nossa mente.

Isso sim: não realize mais de uma tarefa por vez. Mesmo que pareça que a multitasking te deixa mais produtivo e eficiente, é exatamente o contrário.

  1. As metas do dia

Há algo mais efetivo que ter por escrito aquilo que você quer conseguir diariamente? Foi comprovado que anotar todas as metas realmente nos ajuda a cumpri-las, por isso, todos os dias antes de dormir, procure ter uma lista do que tem a fazer no dia seguinte, com casinhas de verificação incluídas.

Faça uma lista de tudo: metas grandes e metas pequenas, seja à mão ou em algum gerenciador de tarefas online como o Asana, por exemplo. Você se sentirá realmente bem a medida que for marcando os itens de sua lista e vendo como ela fica cada vez menor.

E, se for necessário, estabeleça prazos. Por exemplo, anotar a tarefa de “escrever este artigo para às 12:30”, em vez de escrever apenas “escrever artigos”.

  1. Divida e vencerá

Muitas vezes postergamos uma tarefa somente porque é muito extensa. Quando acontece isso, por que você não divide esta grande meta em pequenos desafios ou milestones? Fracione suas tarefas pendentes, corte-as em pedaços e simplesmente comece.

Uma técnica que funciona muito bem para isso é a técnica do pomodoro, que te leva a trabalhar intensamente durante períodos de 25 minutos para depois descansar por intervalos de cinco minutos.

  1. Evite “parar em boxes”

Existe um processo chamado “desconto temporal” que diz que somos mais propensos a ir atrás de uma recompensa mais iminente do que por outra que está distante. A televisão, Facebook ou revisar as novas tendências no Twitter nos proporcionam pequenas recompensas iminentes, mas somente nos levam a procrastinar, por isso reserve para elas um pequeno espaço dentro do seu dia e trate de deixá-las fora enquanto você trabalha (uma boa alternativa é usar o RescueTime, ideal para saber realmente o quão produtivo você é enquanto trabalha).

  1. Desconectar para conectar

E de vez em quando, desconecte-se do seu trabalho para poder continuar dando o máximo quando voltar.

Estar trabalhando não significa que você não possa desfrutar. Por isso, a cada intervalo, desconecte-se e escute cinco minutos de música, saia para caminhar ou se dê uma “auto-recompensa” quando terminar cada tarefa pesada. Isto te ajudará a não procrastinar e te motivará na próxima vez que sentir a tentação de adiar suas tarefas!

Quantas vezes, no final do dia, você teve a sensação de não ter feito nada produtivo? Com estas seis chaves para deixar de procrastinar, você pode se tornar uma pessoa que alcança suas metas. Basta começar!

E se você tem algum outro conselho para deixar de postergar, estaremos felizes em lê-lo! J

Artigo original: Elisabet Parera.

6 Comentarios
  1. Muito bom o conteúdo, estamos replicando no nosso site. e colocando o devido crédito. =)

  2. Exige disciplina e muita força de vontade.
    É comum quando estou no meio de um projeto, tocar o telefone com um novo prospect, ou e-mail de um cliente no meio de um incêndio, whatsapp chamando…
    Quando percebo, acabou o dia e minha programação terá que ser refeita.

    Parabéns pelo matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *