Como iniciar um negócio lucrativo de web design na sua casa

Como iniciar um negócio lucrativo de web design na sua casa

Embora hoje em dia seja mais fácil construir um site a partir de modelos e plataformas de gerenciamento de conteúdo, como o WordPress, Wix e Squarespace muitas empresas ainda preferem contratar um web designer na hora de pensar sobre a criação de sites. Como resultado, muitos trabalhos de web design estão e continuarão disponíveis.

De acordo com Lovemondays.com.br , salário médio para Webdesigner é de R$ 2.995/mensal, porém chegar até R$ 9.684. A combinação de alta demanda e lucrativo potencial de renda torna o web design uma idéia popular quando falamos de trabalhar em home office.

Freelancer Workana

O que é preciso para ser um web designer?

Os web designers são metade artistas e metade tech-geek. Eles não são apenas responsáveis ​​pela aparência de um site, mas também pelas funções e toda a parte técnica de operação.

Os web designers não são obrigados a ter um treinamento ou certificação específica, desde que tenham as habilidades para projetar um site. Embora não seja necessariamente uma exigência, o conhecimento de codificação e programação pode aumentar as oportunidades, as possibilidades e a renda.

Os web designers devem ter algumas coisas para ser um profissional reconhecido:

  • Um olho para o design, incluindo layout e cor, de maneira a criar um layout de atraente e, ao mesmo tempo, capaz de servir ao propósito do site;
  • Entendimento de cor (teoria das cores) e fonte e como eles podem ser usados ​​para aprimorar um site
  • Capacidade de organizar e estruturar o site para facilitar a navegação.
  • Linguagens de codificação, como CSS, HTML, Javascript, PHP, SQL, para poder cada vez mais aumentar o valor cobrado mediante a complexidade das funcionalidades que consegue desenvolver.

Os prós de começar um negócio de web design

Há muitas vantagens em começar um negócio de web design, dentre elas é a alta demanda. Além disso, outra vantagens incluem:

  • Pode ser facilmente feito em casa ou em qualquer lugar que você tenha acesso à Internet;
  • Não são necessários requisitos educacionais específicos, embora as certificações e o treinamento possam aumentar sua comercialização;
  • A Internet está aqui para ficar, então a necessidade de web designers não vai desaparecer. Cada vez mais, principalmente no Brasil, as pessoas e empresas estão se atualizando e se modernizando. Somado a isso, estamos em uma época de crise e com uma crescente do lifestyle de empreender. Portanto, temos dois públicos: aqueles que querem fazer seu primeiro site, e aqueles que querem reformular um site antigo com um visual mais moderno;
  • Ser criativo todos os dias;
  • Conseguir uma boa remuneração;
  • Obter maior flexibilidade de horário;
  • Expandir facilmente os negócios para outras áreas, como SEO, campanhas de anúncios, redação, manutenção de sites e outros serviços relacionados a sites. Geralmente quem precisa de um site, precisa movimentar e atrair tráfego de alguma forma e você pode ajuda-lo.
  • Uma ótima possibilidade de ter ganhos recorrentes. Com a revenda de hospedagem e manutenção de sites você consegue facilmente acumular uma boa renda recorrente mensal.

Os contras de começar um negócio de web design

Como todos os outros empreendimentos baseados em home office, há algumas desvantagens em administrar uma empresa de web design em sua casa, como:

  • A web está em constante evolução, então você precisa sempre se manter atualizado sobre programação, inovação e software;
  • Há muita concorrência. A dica aqui é: defina bem quem é o seu concorrente. Há diversos tipos de pessoas e empresas que oferecem serviços de web design. Se você tem o web design como profissão e é capacitado para tanto, o sobrinho do seu tio que faz site no Wix como uma renda extra não pode ser considerado seu concorrente. Vai aquele ditado em inglês, “pick your fights”, isto é, escolha com quem você vai “brigar”;
  • Estamos cada vez com plataforma mais novas e fáceis de usar o que significa que muitos possíveis clientes estão tentando criar seus próprios sites. O ponto positivo disso, é que muitos clientes acabam criando um site disfuncional e acabam no futuro precisando de você;
  • Você irá trabalhar com questões estéticas bastante subjetivas. Desde cores, até imagens e ícones, cada um gosta e entende de um jeito. É muito comum que para web designers o conceito de bonito seja muito diferente do que para pessoas leigas. Você muitas vezes tem que ceder, e criar um layout que agrada o cliente mas que não te agrada.

A dica é: siga o briefing, proponha melhorias e sugestões, e questione o seu cliente quando achar que ele está propondo algo ruim. Contudo, lembre-se, quem tem que ficar satisfeito no final é o seu cliente.

O que você precisa para iniciar um negócio de web design

Além de ter que ter o conhecimento estrutural básico de pelo menos HTML e CSS, você precisará:

  • Espaço na sua casa para fazer de escritório que seja silencioso e livre de distrações;
  • Hardware de qualidade, incluindo um computador, monitor grande e se possível um tablet e smarthphone de última geração;
  • Software gráficos, como Adobe Photoshop, Adobe Illustrator e Adobe XD
  • Conexão de Internet de alta velocidade e talvez um espaço de servidor para hospedagem e teste de sites;
  • Site com seu portfólio e uma lista dos serviços que você fornecerá
  • Um contrato que descreve todas as políticas de como você trabalha. Você consegue validade jurídica em seu contrato usando a plataforma de assinatura digital ClickSigns, além de barata é muito prática e fácil de usar;
  • Plano de negócios, descrevendo seus serviços, mercado alvo e objetivos financeiros;
  • Plano de marketing que inclua seu mercado-alvo e como você pretende alcançá-lo;
  • Materiais de marketing, como cartões de visita, assinatura de email, artes para Fanpage e folhetos;
  • Você deve ter uma rede de redatores, designers gráficos e outros envolvidos no desenvolvimento de sites. É possível que você tenha um cliente que queira um website, mas que ainda não tenha texto e gráficos. Com sua rede, você tem outras empresas para as quais você pode encaminhar seu cliente, assim como as outras empresas podem encaminhar seus clientes de volta para você na parte de web design;
  • Construa uma rede forte de indicações. Clientes satisfeitos são muito propensos a te indicar.

Depois de ter seu negócio estruturado, o desafio será encontrar os primeiros clientes.

Há muitas maneiras de encontrar clientes, inclusive usando sua rede. Certifique-se de coletar depoimentos e desenvolver um programa para obter referências. Divulgue e comente sobre seu trabalho com amigos e familiares, indicações de pessoas próximas são valiosas, pois transmitem confiança.

Outra opção para encontrar seus primeiros clientes é através de sites para freelancers, como o Workana, que tem uma alta demanda por trabalhos de web design.

“Este é um post escrito por nosso convidado Caio Nogueira, co-fundador e desenvolvedor de sites WordPress na empresa UpSites Digital. Apaixonado por novas tecnologias e pelo desafio de criar soluções na internet, Caio também gosta de escrever no tempo livre e de tocar violão.” https://www.linkedin.com/in/caionog/”