Entrevista com Thiago Montanari: “O segredo é relacionamento e overdelivery”

Com cerca de 7 meses de trabalho na Workana, Thiago Montanari conseguiu chegar ao topo dos profissionais da plataforma. Para ele, este é o resultado de uma combinação entre dedicação e preocupação em superar as expectativas dos clientes.

Thiago também é consultor de empresas e professor, e em meio a uma rotina agitada, ainda encontra tempo para gerenciar a sua própria equipe de trabalho em nuvem.

Na Workana, ele trabalha com a criação de conteúdo para blogs e sites, posicionamento web via marketing digital, SEO, consultoria em gestão estratégica de empresas, além da elaboração de planos de negócio.

thiago_montanari

W: Como foi que decidiu se tornar um freelancer?

T: Eu decidi me tornar freelance impulsionado pela ideia de analisar este mercado e movido por uma boa dose de curiosidade quanto a esta espécie de trabalho remoto. Bastou um mês para eu me apaixonar!

W: Quais foram os maiores problemas/desafios na hora de trabalhar como freelancer?

T: A atividade é desafiadora porque devemos ter consciência de que é o nosso nome que está em jogo. Até os dias de hoje, embora eu tenha a minha equipe online, prefiro manter o meu nome lá, para dar pessoalidade à relação que desenvolvo com cada cliente ou potencial cliente. Acredito que quando optamos por nos esconder atrás do nome de uma empresa, acabamos perdendo alguma coisa nesta transição e as relações tendem a ficar mais frias.

Ora, se é o nosso nome que está em jogo, nem preciso dizer mais nada, certo? Qualidade é essencial para atingir novos patamares aqui, e somos nós quem decidimos como seremos vistos pelo mercado.

W: Como você conheceu a Workana?

T: Eu contratei muitos profissionais em outras plataformas, por conta de um outro projeto que tenho (Instituto Montanari), mas enfrentei algumas dificuldades sob diversos aspectos.

A relação com a Workana começou de modo diferente, por indicação de amigos, que apontavam a plataforma como algo excelente, já que se concentrava na América Latina.

Como eu disse, a ideia inicial era ser um profissional com o intuito de analisar o mercado, mas, em pouco tempo, muitas oportunidades surgiram e foram exploradas. Hoje, concentro as minhas atividades na Workana, tanto como profissional quanto como cliente. Tenho uma grande rede de contatos e minha própria equipe em nuvem. Isso é incrível!

W: Na sua opinião, quais são os pontos que um cliente mais valoriza na hora de contratar um profissional?

T: Devemos nos colocar na posição do cliente e compreender o que ele quer, sob pena de frustração e uma má avaliação no final do serviço.

Muitas vezes, o próprio cliente não sabe exatamente o que ele quer, mas cabe a nós, profissionais, conversar com ele e chegar a um denominador comum. Transformar as ideias dos clientes em ações concretas e resultados não é uma tarefa fácil, mas o desafio compensa.

W: Como foi que conseguiu chegar a ser um profissional Hero dentro do site?

T: Acredito que chegar a ser um profissional Hero é apenas uma questão de tempo para quem trabalha alinhado e comprometido com as expectativas dos clientes.

No início, lembro-me que a gradação de nível era apenas um passo a passo a ser seguido de modo natural, mas com o tempo o funil foi ficando mais apertado. Observo que poucos persistem ou conseguem manter o ritmo até chegarem a ser um profissional Hero.

W: Você finalizou vários projetos obtendo sempre ótimas avaliações de seus clientes. Quais seriam as suas recomendações para oferecer um trabalho de qualidade?

T: O segredo é relacionamento e overdelivery. Não devemos pensar somente em entregar e receber o valor combinado pelo serviço prestado. Devemos entregar sempre mais do que o esperado (overdelivery), um bônus, algo que surpreenda o cliente de modo positivo.

A pós-compra é essencial também. Todos os meus clientes contam com garantia total sobre o trabalho realizado, de modo que podem solicitar pequenas alterações e ajustes, mesmo que muitos meses tenham se passado desde a entrega.

W: Em seu caso em particular, qual você acredita que seja seu diferencial como profissional?

T: Eu sou muito perfeccionista e trabalho sempre para que o cliente esteja satisfeito. Às vezes levo isso ao extremo, mesmo que isto me custe muitas horas de trabalho adicional e não previstas no escopo original. Superar as expectativas sempre é a meta Número 1.

Procuro repassar esses valores ao meu time, de modo que vistam a camisa e estejam comprometidos com os resultados que vão muito além das finanças.

W: Quais seriam as suas recomendações para aqueles profissionais que acabam de ingressar na Workana?

T: Para quem está chegando agora, recomendo que mantenha a motivação em alta. Há uma curva inicial de aprendizado e pode ser que você tenha que cobrar menos para garantir a sua entrada no mercado.

Em pouco tempo, você vai ganhar os primeiros projetos e deve ter em mente que a qualidade é crucial. Você também precisa estar atento aos prazos estabelecidos pelo cliente.

Combine dedicação, persistência e qualidade que não há como dar errado. Em pouco tempo, terei o prazer de lhe encontrar no topo, ao meu lado e ao lado de profissionais de elevado nível.

W: Qual é a sua opinião a respeito da Workana?

T: Para quem deseja contratar, acredito que a Workana é a melhor opção se você deseja selecionar e ter ao seu dispor um time de profissionais comprometidos e de elevado padrão.

Para os profissionais, é uma fonte de trabalho real que abre portas a um mundo novo. Você terá os seus próprios clientes e poderá construir um verdadeiro negócio digital, em pouco tempo.

Isso tudo, sem contar o excelente sistema de garantia que a Workana tem, capaz de deixar todo mundo realmente seguro para que as coisas fluam do melhor modo.

Entretanto, deixei para o final, algo ainda mais especial na Workana… Algo que nenhuma outra plataforma do mercado consegue equiparar: uma equipe sensacional de suporte que se dedica diariamente a fazer com que as coisas funcionem do melhor modo. Esse time está de parabéns. São todos excepcionais e eu só tenho a agradecer a estas pessoas e aos muitos clientes que confiaram e confiam em nosso trabalho. Vida longa à Workana!

Autora: Pâmela Miranda. Partner Developer na Workana, Analista em Recursos Humanos, Amante dos animais, do cinema e da cozinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *