10 Erros que impedem a sua conquista de novos freelas de TI!

TI

Na hora de conseguir novos freelas em TI, é importantíssimo saber quais são as boas práticas de marketing pessoal e da vida de um freelancer, saber executar um trabalho de qualidade e ser referência naquilo que você está oferecendo os seus serviços. Não basta apenas experiência, também é necessário mostrar serviço e saber comunicar isso!

Isto porque você está num mercado repleto de profissionais, sendo necessário se destacar de alguma forma. Sendo assim, a nossa dica para que você alcance esse objetivo (“conquistar novos freelas de TI”) é bem simples…

Qualidade e Marketing Pessoal

Geralmente, ou o profissional é muito bom no que faz, ou o profissional é muito bom em dizer que é “bom”.

  • No primeiro caso, muito talento é desperdiçado, pois poucos contratantes acabam sabendo e escolhendo esse tipo de profissional, pois não conseguem encontrar todas as garantias necessárias (certificados, perfil no Linkedin, portfólio e por ai vai…);
  • Já, no segundo caso, o profissional acaba recebendo muitas ofertas, mas não dá conta do recado e, em algum momento, a máscara acaba caindo.

Diante de tudo isso, somente aqueles que conseguem realizar um bom marketing pessoal, em conjunto com uma excelente prestação de serviços, acabam se destacando de forma contínua e sustentável. Estes, recebem os melhores projetos e cobram os melhores valores por hora.

Pensando nisso, dividimos esse artigo em um total de 10 erros: 5 que cometemos na hora de expor os nossos conhecimentos e mais 5 realizados na hora de pôr a mão na massa. Tenho certeza que você irá se identificar em alguns casos, mas nunca mais irá cometer esses deslizes. Então, vamos lá!

Marketing pessoal para conquistar clientes

1. Não possuir certificados

Se você quer impressionar um possível cliente, é necessário ter certificações que comprovem o seu conhecimento em determinado assunto. Quando falamos de TI, você pode conseguir isso através de cursos livres, focados em determinados assuntos. De nada adianta ser um ás em determinadas tecnologias se você não souber como provar isso para os seus clientes.

Uma das formas mais fáceis e acessíveis para obter tais garantias é com os cursos de TI online. Com esse tipo de treinamento, é possível obter certificados sem sair de casa, gastando pouco e obtendo uma enorme bagagem de conhecimento.

2. Não ter recomendações na Workana

Se você costuma usar a plataforma da Workana, a melhor forma de mostrar para seus potenciais clientes que você é bom no que faz é através da recomendação de clientes com os quais você já trabalhou. Dessa forma, você terá um feedback visual (através da pontuação) e textual (através das recomendações escritas) sobre como seu trabalho é bom.

Sendo assim, invista tempo na hora de recomendar seus clientes e solicitar recomendações por parte deles. Assim você terá um marketing pessoal bem melhor na própria plataforma da Workana!

3. Não ter portfólio e redes sociais em dia

De nada adianta você ter recomendações e certificados se não possuir uma presença online. Para isto, suas redes sociais precisam estar sempre atualizadas, com foto de perfil e informações sobre seus trabalhos. Assim mais gente pode encontrar o que você tem feito, criando mais oportunidades para você.

Além disso, é muito importante ter um portfólio atualizado, que mostre suas competências e o que você tem feito por aí. No caso de programadores, deixar o Github atualizado é muito importante também, pois é onde as empresas poderão ter amostras do que você sabe fazer em termos de programação. Além do GitHub, o Linkedin também é essencial, afinal, estamos falando da maior rede corporativa do mundo.

4. Não sair da zona de conforto

Como freelancer, é necessário que você saiba ousar, questionar, identificar necessidades, praticar a empatia e oferecer aquilo que o cliente precisa. Mais do que entregar o que ele procura, é muito importante se colocar à frente, criar oportunidades.

Por exemplo, se você faz freela em PHP para um cliente, mas percebe que seria melhor fazê-lo em Rails, mostre isso para seu cliente! Talvez ele nem conheça a linguagem ou os benefícios. Se você sabe, entregue este valor agregado ao seu cliente, pois isso conquistará a confiança dele com seu trabalho.

PS: claro que, para qualquer mudança, você primeiro precisa receber o OK do seu cliente.

5. Não chamar a atenção do cliente

Duas palavras são importantes na vida do freelancer: network e presença! Se você quer manter uma boa base de clientes, é muito importante fazer um network eficiente, conversar com seus contatos sobre o que é tendência no mercado e o que eles estão precisando. Sempre aparecem oportunidades nesse sentido, basta ir atrás.

Com relação a presença, é necessário mostrar-se ativo aos seus clientes. Respostas rápidas, entregas dentro do prazo e disponibilidade fazem com que você seja bem visto e, até mesmo, recomendado pelos seus clientes.

Não apenas isto, mas é interessante também que você insista em estar próximo do cliente. Mesmo que ele não responda, cobre, mostre que você está disponível para entregar o seu melhor.

Qualidade para fidelizar clientes

6. Não possuir foco

Uma das maiores dificuldades para quem quer viver de freelas de TI é a escolha de uma linguagem. Com tantas opções no mercado, chega a ser difícil focar em uma e ir a fundo nela. Mas se você quer ter sucesso na área, foco é uma das principais qualidades!

Como freelancer de TI, você deve saber o que quer e ser o melhor naquilo! De nada adianta conhecer 10 linguagens de programação se você não conseguir entregar algo funcional e de qualidade, em pelo menos uma delas. Por isso, foque!

7. Não se aprimorar

Todo freelancer precisa seguir essa regra: se atualizar constantemente. Para isso os cursos online de TI são novamente uma opção indicada. Isto é necessário por que o próprio mercado de TI está se reinventando a cada dia.

Se você não se atualiza, em algum momento, seus trabalhos irão cair em qualidade, simplesmente porque você estará “fora de forma”. Isto é algo que nenhum profissional quer. Logo, estude e esteja sempre antenado nas novidades do mercado!

8. Não saber planejar

Freelancer bom é freelancer responsável! Uma das piores coisas que existe quando se contrata um freelancer é não ver os prazos sendo respeitados. Isto porque o trabalho de freelancer tem essa diferença, de ser menos burocrático. Logo, os clientes esperam rapidez e prazos sendo cumpridos.

Não apenas isto, mas entregas em dia fazem com que você tenha melhores avaliações, melhorando sua reputação perante possíveis novos clientes. Logo, invista em aplicativos que te ajudem a controlar a sua produção diária. Planilhas, calendário, listas de tarefas, tudo isto é útil na hora de se programar e ter as melhores oportunidades.

9. Não se atualizar em termos de ferramentas

Não apenas ter um trabalho em dia, mas é importante também se preparar para contratempos. Nunca se sabe quando seu computador pode parar de funcionar ou um problema qualquer acontecer. Por isso, tenha sempre uma segunda opção para tudo.

Se você programa em Java, tenha duas IDEs sempre prontas e configuradas. Se seu computador não é dos melhores, tenha um dinheiro guardado para comprar outro, caso o seu pare de funcionar. Se vai fazer um upgrade mais demorado, avise com antecedência para seu cliente de longa data. Todas essas coisas devem ser feitas para evitar que a infraestrutura se torne um problema na vida do freelancer de TI.

10. Falar mal dos clientes nas redes sociais

Cuidado, tenha modos nas suas redes sociais! Por mais que um cliente possa ter te prejudicado, saiba como se portar na internet. Difamar pessoas e empresas é uma das formas mais fáceis de sepultar sua carreira como freelancer. Isto porque nenhuma empresa vai querer ter o risco de trabalhar com alguém que pode falar mal dela no futuro. E acredite, muitos clientes são bem influentes…

Por isso, tenha cuidado com o que você publica nas suas redes. Outra coisa, se o freela foi feito sigilosamente, jamais divulgue isso nos seus perfis sociais, a menos que o cliente tenha autorizado. Todo o cuidado é pouco nessas horas.

Você nunca mais vai cometer esses erros?

Assim como pudemos ver, cuidar do seu marketing pessoal e do posicionamento no mercado é algo que te fará ter sucesso como freelancer (ou não!), vai depender de suas ações. Não se esqueça: é necessário estudar bastante, ter avaliações positivas, ter um network ativo, planejar bem o seu dia-a-dia, além de outros passos muito importantes, conforme mencionamos acima!

Se você gostou deste texto, encaminhe ele para seus amigos que são ou querem ser freelancers em TI e ajude-os!

Abraços e até a próxima.

Especialista em Marketing Digital, UX e SEO. Gestor de Marketing no grupo TargetTrust, cofundador da M2up e da Becode. Escola que nasceu para ser a sua fonte segura de informações e aprendizado na área de TI e negócios.

Inscreva-se à newsletter da Workana e mantenha-se atualizado