Especialização ou diversificação?

Escreveu-se muito sobre a escolha entre especialização ou diversificação de serviços para o profissional freelancer. E se pensássemos que as duas coisas podem ser feitas ao mesmo tempo? Especializar-se em uma etapa de sua carreira e, depois, diversificar por conveniência ou por demanda do mercado?

Para nos inserirmos no contexto, vamos ignorar o 8 e o 80 e vamos focar no meio termo. Em vez de analisar o tema como “Especialização versus Diversificação”, propomos estudar os dois conceitos e não confrontá-los como duas opções opostas e excludentes.

Quais benefícios um ou o outro trazem para você?

Especialização

  • Escolher o que realmente você é apaixonado por fazer. Você estará altamente motivado e terá um único foco de atenção e energia.
  • Você virará expert em uma área determinada. Poderá, então, aumentar seus honorários.
  • Em projetos similares, acumulará vasta experiência em uma área específica. A aprendizagem que tiver em um projeto pode ser capitalizada e aplicada em outro.

Diversificação

  • Não poderá apostar em oferecer um único serviço. Terá mais alternativas a desenvolver e que trarão estabilidade financeira.
  • Você ampliará seu leque de clientes potenciais a contatar.
  • A variedade de projetos aumenta a diversidade e, consequentemente, será menos provável que você se canse de fazer sempre a mesma coisa.

Existe uma terceira opção?

Vamos pensar, então, em um mix das duas alternativas: você pode buscar se especializar em uma área na qual tenha habilidades e conhecimentos. Mas, além do foco neste setor específico, você pode diversificar seus serviços, no sentido de estar atento a outras ofertas que se adaptem a seu perfil, nas quais você possa ganhar experiência. Uma observação: não tente assumir projetos se não puder garantir um trabalho de qualidade. Você não poderá competir com profissionais especializados em seu campo que, sim, sabem como fazer o trabalho e enfatizar seus diferenciais, com anos de experiência e trajetória em seu currículo. Se você, por exemplo, é um redator profissional e surgir um trabalho de design para o qual você já tenha alguma prática, você poderia até aceitá-lo, mas há muitos outros designers super capazes que o fariam bem melhor do que você. Então, melhor nem se envolver…

Outra leitura de Especialização + Diversificação?

Que tal especializar-se em um determinado setor (no qual você se destaque), mas diversificando o tipo de trabalho que você realiza? Isto é, encontrar, na sua área, diferentes vertentes, mídias, plataformas para não sair do seu campo, mas ao mesmo tempo, ampliar o leque de possibilidades. Por exemplo, se você é um escritor em um setor particular, essa é sua especialização, mas você pode diversificar o tipo de mídia em que publica, conteúdos que redige, assessoria que tem a oferecer, textos que edita e qualquer outra “sub-área”. Pense e tente encontrar esse caminho.

Que caminho seguir, então?

Especialização ou Diversificação: na verdade, é uma questão de categorizar conceitos. O importante é o caminho que você escolher para seu próprio crescimento profissional. Com este post, apenas desejamos dar uma visão geral de quais são os prós e contras de cada escolha. Queremos que você repense o tema, de um ponto de vista diferente. Por que escolher um ou outro, se podemos encontrar um meio termo? Ou talvez, para você, seja melhor um ou o outro. A decisão é muito pessoal: está em suas mãos. Você deverá escolher com base em seus interesses, objetivos profissionais, necessidades de mercado e habilidades.

Texto original de Jesica Mraz
Tradução e adaptação de Analuísa Bessa
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *