#Olimpíadasfreela: “Meus Momentos de Esporte”

#Olimpíadasfreela: “Meus Momentos de Esporte”

Durante os Jogos Olímpicos, e acompanhando as #OlimpíadasFreela na Workana, quero contar a vocês sobre a minha relação com o esporte! 🙂

O esporte em minha cidade natal

Os momentos e lugares nos quais pratico esporte foram mudando muito dependendo de onde eu estava vivendo, se estava estudando ou trabalho, e com quais pessoas! Em minha cidade natal, Las Vegas, EE.UU. — e talvez possa parecer um pouco louco — de acordo com o site Vegas.com, há mais de 50 campos de golf! É por isso que é um dos meus esportes preferidos, esse costume de onde nasci e cresci, e na minha família começou através do meu avô, depois com seu filho (meu pai) e finalmente continuou com minha irmã e eu!

Realmente eramos uma família que jogava unida com o meu pai, minha irmã e eu, e também de maneira competitiva, ao fazer parte das nossas equipes de golf no colégio e/ou a universidade. Finalmente, este passatempo me levou a ganhar uma bolsa de estudos na universidade que faz parte da organização LPGALadies Professional Golf Association —, depois de fazer um voluntariado e ensinar outros jovens sobre como jogar golf, em um programa chamado “First Tee Program”, o qual foi realmente interessante, já que eu trabalhava com outros jovens fãs deste esporte. Além disso, é importante esclarecer que, há muitos programas, tanto dentro como fora dos colégios, que ensinam e emprestam sem custo ou a um custo muito baixo, equipamentos para realizar esportes, por isso cada jovem pode escolher quais esportes preferem praticar.

O esporte no Chile

Lamentavelmente, quando cheguei no Chile, não consegui continuar praticando o meu esporte favorito devido aos poucos campos públicos, ou que tenham um preço acessível, já que este esporte aqui é considerado um privilégio! 🙁 Foi uma dura realidade não poder continuar compartilhando a minha paixão pelo golf, assim como o meu interesse por ensiná-lo. Mas, há outras oportunidades as quais não tinha acesso antes, como o serviço de bicicletas públicas, o qual eu uso quase todos os dias, assim como o sistema de ciclovias que funciona aos domingos, fechando algumas ruas em cada bairro de Santiago, para permitir um maior fluxo de patinadores, ciclistas e corredores. As maratonas também são bastante frequentes em Santiago, e de uma variedade de distâncias nas quais você pode até ir junto com os seus cachorros, mas eu ainda não me atrevi a participar de uma! E perto da minha casa há aulas gratuitas de Zumba ao ar livre, onde é possível se exercitar e conhecer os seus vizinhos do bairro.

Cada temporada que passa, aumenta o acesso e também a importância das atividades ao ar livre nas comunidades, independente dos ganhos de cada um. Brindemos a isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *