Profissional independente: carreira com recordes e conquistas

Profissional independente: carreira com recordes e conquistas

Para um profissional independente, nem todas as ferramentas para a gestão de marcas nas redes sociais são online.

Um dos elementos mais importantes atualmente para poder cumprir com o trabalho é a minha bicicleta, já que me permite chegar e voltar a tempo e não perdê-lo no ponto de ônibus ou no trânsito e poder ver os Jogos Olímpicos, sobre tudo o atletismo, a natação e o basquete. Nós freelancers também temos as nossas Olimpíadas Freela

Sabemos que o exercício melhora a saúde e realizar atividades gera endorfina, o que contribui para o ânimo e também para ter boas ideias que ajudarão, neste caso, com as nossas funções de Community Manager ou Content, por isso os benefícios são mais do que físicos.

O esporte: um aliado na minha cidade

Barquisimeto é uma cidade para a qual o esporte é muito importante, já que temos importantes centros esportivos, inclusive treinamento olímpico, e é a casa de equipes como o Deportivo Lara e os Guaros de Lara, campeões da Liga das Américas.

Pela manhã, durante o meu trajeto de aproximadamente 3 quilômetros, costumo encontrar muitas outras pessoas que vão para o seu trabalho de bicicleta, ainda que o mais comum na cidade seja a corrida, sobre tudo de manhã..

A volta, que é um descanso, costuma levar 20 minutos. Entretanto, em uma oportunidade, a chuva estava chegando e eu tratei de me apressar, batendo o meu record de 10 minutos, instantes antes da chuva começar fortemente, sendo uma anedota muito divertida pra mim.

Meus recordes como freelancer

Quanto a gestão, os recordes foram em atender os seguidores, respondendo seus comentários ou inquietudes assim que chegaram as notificações, entretanto, também cheguei por último ou fui desclassificado, o importante sempre foi aprender com os erros e seguir em frente, aproveitando as ferramentas a minha disposição.

Para mim, foi um privilégio presenciar o avanço da tecnologia não só no aspecto esportivo, mas também nas Redes Sociais, as quais hoje em dia dispõe de transmissão em streaming, vídeos de vários minutos e, claro, os gifs, entre outras coisas que permitem a conexão com outros usuários em qualquer parte do mundo, como este artigo escrito em Venezuela e publicado no Brasil.

 

Você imagina o que teremos à nossa disposição nos próximos 4 anos?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *