Ser freelancer e pais, uma grande combinação

Ser freelancer e pais, uma grande combinação

Um salto … assim que você poderia definir a decisão que fizemos há quase um ano: trabalhar como freelancers e dedicar todo o dia para nossa própria agência.

Ser pais de uma menina de 5 anos, não foi algo fácil decidir.

Tinhamos uma renda estável e segura, que foi apoiada pela renda freelancer quem um dos 2 contribuia. Às vezes, maior ou menor grau, mas em última análise, começamos a notar que a renda freelance era o que determinava na verdade, quando estávamos bem ou não economicamente falando. A renda “estável” era algo que praticamente não viamos, mas sentia essencial para nossa filha, mesmo quando significava não passar algum tempo com ela.

A maioria dos projetos de freelancer que surgiam, necessitavam a participação de nós 2 quase em todos os casos. Uma parte consistia em desenvolver um nível gráfico e outras em temas áudio visual.  Por esse motivo não podíamos exagerar o número de projetos a desenvolver, uma vez que iria sobrecarregar a pessoa que tinha um emprego permanente e a única maneira de trabalhar em projetos adicionais estava fora de sua jornada de trabalho.

Depois de alguns meses, começamos a nos dar conta sobre o nosso tempo, o valor de quase 10 horas que estávamos vendendo diariamente para ter essa “ renda permanente” não estava remunerando bem e nossa qualidade de vida ficava afetada pelas longas jornadas de trabalho extra que devíamos trabalhar para complementar nossa renda com os projetos freelancer.

Então, faz quase um ano, decidimos dar um dos passos mais importantes de nossa vida, renunciamos o trabalho, renunciamos o trabalho que gerava essa estabilidade e decidimos apostar tudo em nosso projeto próprio como freelancer.

Depois de analisar todas as vantagens e possíveis desvantagens que isso podia nos trazer, a nossa grande preocupação, sem dúvida, era a nossa filha e todas as suas necessidades. Foi uma decisão que para muitos era irresponsável, mas nós sentíamos que era correta, por alguma razão

Nossa vida como pais freelancer hoje, depois do grande salto.

Passou quase um ano desde que colocamos toda nossa energia e coração em nosso trabalho com freelancer e as coisas mudaram para muito melhor. As jornadas de trabalho é maior do que as de quem trabalham em somente um emprego regular, mas a satisfação ao terminar o dia é indescritível.

Sabemos que as nossas jornadas de trabalho são longas, mas podemos decidir como organizar o nosso tempo e equiparar o tempo que passávamos trabalhando, com o tempo que dedicamos a nós e a nossa filha.

Pela manhã por exemplo, decidimos deixar de pegar um transporte para levar a nossa filha ao jardim, decidimos que esse seria o tempo com ela, assim nós a levamos de bicicleta, vivemos com ela cada manhã e retornamos para iniciar a nossa jornada de trabalho às 9:30 da manhã, sentindo plenitude e equilíbrio entre trabalho, família e saúde física.

Sem dúvidas passamos por altos e baixo, mas em retrospectiva, nos damos conta que os “maus momentos” que passamos neste último ano no qual  fomos 100% freelancer, foram mais devido a falta de organização, em ocasiões e angústias que nós geramos do que a falta de projetos e renda.

Na Workana nos sentimos em casa, encontramos apoio em todos os sentidos da palavra, é um nível tão alto que incluímos neste ponto, na maioria dos casos escolhemos trabalhar pela Workana, do que trabalhar com clientes locais e 80% da nossa renda trabalhamos como freelancer, sendo mestres do nosso tempo.

Milena Pinzón Rincon y Daniel Lozada, freelancers de Designer na Workana.
Você pode encontrar clientes e profissionais, exercendo sua profissão como freelancer, ganhando dinheiro extra, dedicando 100% trabalhando home office! Obtenha autonomia sobre o seu tempo, para poder reverter a quem se ama! Para começar a trabalhar de forma independente, veja os projetos publicados e postados. Também pode empreender: crie um projeto na Workana e contrate freelancer que te ajudem com o desenvolvimento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *