Vencendo o desafio do primeiro projeto

Vencendo o desafio do primeiro projeto

Iniciar a carreira de freelance não é fácil, exige tempo, dedicação e temos que subir um degrau de cada vez. Às vezes nos toma tempo até demais e por muitas vezes, pensamos em desistir.

Com frequência recebemos contatos de profissionais que sentem dificuldade em conseguir o primeiro projeto. Em geral, eles procuram dicas de como conseguir o primeiro projeto, porém, há algumas semanas, recebemos um contato diferente dos demais e ele acabou se tornando um contato especial e, de certa forma, um exemplo.

Workana

No dia 21 de Setembro de 2015, o primeiro e-mail que li foi de uma profissional chamada Lilian. Este e-mail não fez nenhum sentido no primeiro momento, pois ela só escreveu “quase desistindo”. Como sempre, tentei entender o que estava acontecendo fazendo uma análise do histórico de e-mails dela, porém ela não tinha nenhum. Então respondi o e-mail pedindo que ela me desse mais detalhes da sua dificuldade, que assim poderia ajudá-la melhor. Alguns minutos depois, recebi sua resposta. Uma resposta longa e desacreditada. Ela dizia que já tinha tentado de tudo para conseguir seu primeiro projeto: abaixou valor da proposta, fez proposta em vários projetos e todos dentro de sua área. Ela tinha um currículo realmente muito bom, com especialização em sua área, mas mesmo assim não conseguia o primeiro projeto. Ela disse que não queria colocar uma foto em seu perfil, pois não queria se expor e por isso o perfil dela não estava completo. Disse que queria muito seguir a carreira de freelancer, porém estava prestes a encerrar a sua conta na Workana e desistir da desejada carreira de freelancer. Mas, ao mesmo tempo que queria desistir, queria tentar mais um pouco, mas não sabia se estava fazendo algo errado porque mesmo com tantas propostas enviadas, ela não tinha conseguido nem um projeto sequer. E então ela encerrou o e-mail perguntando se estava fazendo algo errado e se tínhamos alguma dica para ela.

Quando li aquele e-mail, entendi exatamente o que ela estava passando e sentindo. Eu mesma tive a mesma experiência. Então, decidi compartilhar com ela a minha experiência dentro da plataforma, na esperança de que isso trouxesse alguma luz – ou pelo menos conforto – para ela. Quando comecei minha carreira freelance, eu demorei muito tempo para conseguir o meu primeiro projeto, quase 6 meses para ser exata.

Workana

Quando realizei o primeiro projeto (um projeto muito simples, na verdade – cadastrar 5 empresas em um site para um cliente da Angola), pensei que isso me traria mais chances e faria com que eu conseguisse outros projetos mais facilmente. Bem, não foi exatamente assim. Fiquei mais 4 meses sem conseguir nenhum projeto! Eu não tinha nem resposta dos clientes sobre as propostas que eu enviava. Fiquei frustrada, pensei em desistir e abandonar a plataforma, mas não desisti e continuei tentando. Então, depois desse tempo “no escuro”, recebi um e-mail da Workana dizendo que queriam fazer uma entrevista comigo para um cliente que tinha me selecionado entre os profissionais interessados em seu projeto. Fizemos a entrevista e o cliente me selecionou para o projeto. Na mesma semana, consegui outro projeto, também por hora. Minha carreira na Workana tinha decolado em poucas semanas. Comecei a receber vários convites para outros projetos e em poucos meses eu já tinha conseguido um bom histórico dentro da plataforma, o que me proporcionou a oportunidade de trabalhar no Suporte da Workana – isso em 3 meses.

Compartilhei toda essa história com a Lilian – a minha história – e também dei alguns conselhos para ela conseguir o primeiro projeto. Como ela não tinha foto no perfil, o perfil dela ainda era nível Iron, o primeiro nível dentro da plataforma. Ela tinha pontuação para subir de nível, mas o perfil incompleto a impossibilitava de subir. Como ela disse que não queria por sua foto, pois não queria se expor, sugeri que ela criasse algum tipo de logo para ela, ou um avatar, e colocasse essa imagem no perfil. Isso já faria com que ela completasse a meta necessária para subir de nível.

Muitos clientes deixam de contratar profissionais com um bom currículo, porque eles são nível Iron. Subir de nível já contaria a seu favor. Por ser uma profissional muito bem qualificada, ela fazia propostas no valor que estava acostumada a cobrar por seu trabalho, dentro do valor do mercado, porém, conseguir o primeiro projeto é como conseguir o primeiro emprego – você não vai começar como gerente, certo? É preciso criar um histórico e formar uma carreira. Então, eu disse que, às vezes, é interessante baixar um pouco o valor da proposta – dentro do limite aceitável, claro – para ter a oportunidade de mostrar o seu trabalho e a qualidade dele. Certamente, a recompensa virá depois. Eu disse que sabia o quanto era frustrante receber notificações de que a sua proposta não foi aceita, mas que isso certamente era passageiro e que logo ela receberia tantos convites que não iria conseguir executar todos os projetos.

No dia seguinte recebi outro e-mail dela em que ela agradecia muito o atendimento e por eu ter compartilhado minha experiência com ela. Agradeceu as dicas e disse que colocaria a foto em seu perfil para subir de nível e continuaria tentando. Poucas semanas depois, cerca de um mês, ela entrou novamente em contato, desta vez por telefone, e agradeceu novamente aquele e-mail, aquele contato de um mês antes, pois ela tinha seguido as dicas e com isso conseguiu seu primeiro projeto e, dentro de um mês, ela já estava com 10 projetos – alguns em execução, outros já finalizados – e a cada dia surgiam mais oportunidades para ela. Hoje, pouco mais de um mês depois do primeiro atendimento, ela já é uma profissional nível Gold e com ótimas qualificações na plataforma.

Workana

Me senti feliz, tanto profissionalmente, como colaboradora da Workana, quanto pessoalmente, por saber que é possível fazermos um atendimento personalizado, compartilhando nossas experiências, e através disso inspirarmos profissionais a investirem em uma nova carreira, cheia de novas e ótimas oportunidades. Ser um profissional freelance é um desafio diário. Cada novo projeto é uma conquista. E não há nada mais gratificante do que a recompensa do trabalho realizado. Conseguir o primeiro projeto é, em geral, uma dificuldade encontrada por 99% dos profissionais, mas estou certa que todos concordam que valeu a pena tentar e não desistir!

Kamilla Franco  faz parte da equipe de Suporte da Workana

Para demostrar as suas habilidades como Freelancer, não perca a oportunidade de se candidatar aos seguintes projetos publicados na Workana!

 

Un comentario
  1. Oi Kamila, acabei de ler o relato aqui e isso me confortou um pouco, pois entrei faz uns 3 dias pra Workana, já mandei algumas propostas mas me sinto bem insegura.
    Escrevo desde menina, tenho blogs onde posto poesias e tb alguns textos curtos, mas nunca fiz nenhum projeto pra ninguém nesse sentido, então tenho medo de pegar e não conseguir fazer o que o cliente solicita.
    Fiz um curso de redatora pela web recentemente com o Victor Palandi, e um curso de word também para melhorar mais o uso dessa ferramenta.
    Só que não tenho nenhum projeto publicado, por isso fica difícil eu fazer um portfólio sem esse conteúdo, pensei em colocar o endereço dos meus blogs mas acho que talvez não seja uma boa idéia, já que 1 é de poesia e outro de textos curtos sobre o que penso da vida etc
    Tenho formação terapêutica em várias áreas, mas é a nível holístico (Mestrado em Reiki, Cura Quântica, Cristais, Esvas, EFT etc mas acho que isso não interessaria aos clientes ou mesmo atrapalharia, o que acha?
    Estou saindo de uma empresa de telecomunicação, e quero muito trabalhar como freelancer , fazer disso uma profissão, porque gosto muito de escrever, e onde eu trabalhava era só xingamento de cliente o dia todo, cobrança de metas absurdas pela empresa que me levaram a um esgotamento em todos os níveis, inclusive de saúde física
    Tenho lido todos os emails com as dicas que me mandam, vou continuar tentando as propostas, mas confesso que tem horas penso em desistir, porque tem muitos perfis ali que já conquistaram vários trabalhos, estão em nível alto , aí penso que os clientes vão escolher esses e não alguém que não tem nenhum projeto executado e em nível muito baixo.
    Ao mesmo tempo que é bom o cliente ver as conquistas dos freelancer, também é ruim, porque vão sempre optar por aqueles que já tem histórico e níveis mais altos.
    Agradeço imensamente por ter lido esses relatos e também pela atenção que nos disponibilizam.
    Atenciosamente
    Isa Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *