WORKANA, BALANÇO 2016 E O QUE NOS ESPERA NESTE NOVO ANO

WORKANA, BALANÇO 2016 E O QUE NOS ESPERA NESTE NOVO ANO

2016 foi declarado o pior ano dos últimos tempos. A lista de celebridades que faleceram neste ano parece ser a mais notória; teve o Brexit na Europa e o Trump que ganhou as eleições americanas. Tantos acontecimentos que fizeram deste ano um filme de terror. No meu caso, considero que foi um ano agridoce. Lamentavelmente, o meu avô faleceu há alguns meses, no entanto, pouco tempo depois nasceu a minha filha para aumentar o tamanho da nossa família.

 

Esta imagem mostra aqueles que se foram em 2016.

Entretanto, para Workana, 2016 foi um ano muito positivo. Outra vez crescemos fortemente, mais que duplicamos a atividade total do Marketplace. Também foi um ano em que consolidamos a nossa liderança na América Latina e nos convertemos na maior comunidade de freelance e trabalho remoto na América Latina.

Alguns números

Para que vocês tenham uma ideia, em novembro de 2015 se publicaram um pouco mais de 5 mil projetos na Workana. Já, em novembro de 2016 passamos de 12 mil. Esses projetos são aqueles aprovados e concluídos, ou seja, são verdadeiras oportunidades de trabalho para os nossos freelancers.

Mais surpreendente ainda, foi o crescimento que tivemos na quantidade de freelancers que ingressaram à plataforma. No final de 2015, tivemos um total mensal de aproximadamente 17 mil freelancers que logaram na Workana. Em novembro do ano passado, foram feitos mais de 45 mil logins, 3x mais se comparado ao ano anterior.

Ainda assim, o que mais nos orgulha é saber que a cada mês, milhares de freelancers ganham projetos e que aproximadamente 25% deles são novos usuários.

 

Por dentro de 2016

Neste ano, também nos reorganizamos muito na maneira como trabalhamos; sobretudo a nível de produto. É algo que gostaríamos de ter feito antes, mas estamos felizes por ter conseguido agora.

Nossa equipe de desenvolvimento e produto passou de ter apenas 3 pessoas e meia no final de 2015 para 14 ao finalizar 2016. Somente tendo uma equipe de produtos de primeira linha íamos poder executar a visão que temos para esta plataforma.

Algo muito importante foi que começamos a tomar decisões pensando na missão da Workana. Se em 2015 definimos a missão e começamos a acreditar nela, 2016 foi o ano que trabalhamos mais focados em fazer com que isso se tornasse realidade. Exemplos disso, foi o trabalho que fizemos nos Planos de Benefícios ou a Calculadora Freela, VidaFreela, MEIvsSimples, os Eventos Freela, etc.

Seria impossível nomear todas as mudanças, pois algumas não tiveram impacto direto na vida diária da nossa comunidade, mas saibam que a equipe que trabalha a cada dia na Workana, está totalmente diferente de um ano atrás. Não somente por aqueles que a compõe (muitos somos os mesmos) e sim por como nossa mentalidade está mais focada no trabalho que queremos realizar.

 

Os planos para 2017

Estamos muito ansiosos por tudo o que acontecerá em 2017. Pela primeira vez, com uma equipe de produto quase 5x maior, poderemos desenvolver a plataforma na velocidade que o crescimento nos demanda.
O mais importante que temos pensado em fazer é:

  • Uma mudança completa do front-end da plataforma. Mudaremos a cara da Workana, não somente para que sejamos muito mais linda, se não para que seja muito mais escalável à medida que mude. Este projeto está no forno há vários meses e muito em breve vocês poderão ver o que significa.
  • Mobile web first. Queremos que possam manusear a Workana dos seus celulares da maneira mais cômoda possível. Nosso foco mudou para que a web móvel passe a ser a mais importante.
  • Mobile app. Queremos lhes dar uma ferramenta para que possam se comunicar mais facilmente. É tudo o que eu posso dizer neste momento.
  • Mais benefícios para os freelancers. mais opções de retiro para mais países, mais e melhores certificações, melhorias nos planos de benefícios, etc.
    Melhor serviço para a comunidade workaneira. Mais canais de comunicação, respostas mais rápidas, mais ajuda online e ajuda de freelancer a freelancer.
    E alguns outros projetos, dos quais ainda não posso contar mais.

Além do mais, temos o respaldo de um investidor que acredita no que fazemos na Workana e que continua apostando em nós.

Para encerrar, quero voltar a destacar que o melhor da Workana para enfrentar 2017 são as pessoas que a forma. Nossa equipe interna que nunca esteve tão forte igual agora e a comunidade de workaneiros que a cada dia está maior e mais comprometida.

Obrigado a todos vocês por apoiar a Workana e espero que continuem nos acompanhando neste ano que recém começa. Prometemos que será inesquecível!

Guillermo Bracciaforte

Co-Founder da Workana. Fanático do serviço ao cliente, gamer e geek empedernido.

Para começar a trabalhar de forma independente, veja os projetos publicados na Workana e candidate-se. Ou você também pode empreender: crie um projeto na Workana e contrate freelancers que te ajudem a desenvolvê-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *