7 dicas incríveis para economizar dinheiro e fazer sua marca crescer

O freelancing é uma tendência em amplo crescimento e você provavelmente já sabe que também é uma ótima maneira de reduzir custos. Na Workana, você pode contratar especialistas em diversas áreas de forma segura e rápida, economizando tempo e dinheiro.

Mas você vai entender melhor como isso funciona mais adiante. E, de quebra, vai conferir sete dicas sensacionais para economizar seu dinheiro e ajudar seu negócio a crescer. Acompanhe:

Poupar é preciso

Atualmente têm crescido o número de pessoas preocupadas com seu futuro financeiro. Multiplicaram-se também os canais no YouTube e blogs em geral de especialistas dispostos a ajudar todo mundo a economizar.

A aposentadoria é, sem dúvida, a principal preocupação de muita gente por aí. E saber lidar com o próprio orçamento é uma obrigação. Mas e quando falamos de pequenos empresários e MEIs?

Sabemos que montar seu próprio negócio exige muito estudo e uma ampla dose de paciência. Mas muitos empresários acabam se esquecendo de um detalhe importante: saber lidar com o capital que entra é ainda mais importante do que aproveitar os lucros do trabalho.

No nosso mini guia de finanças a seguir você vai aprender a reduzir gastos e entender melhor como isso funciona na prática.

Dica 1: Contrate um assistente pessoal freelancer

Se você é o dono de uma marca e deseja oferecer seu produto ao maior número de pessoas possível, sabe que precisa focar seu tempo nisso. Para não perder tempo com a organização de sua agenda de contas a pagar, que tal contar com a ajuda de um freela?

Você pode contratar um assistente pessoal na Workana, capaz de te ajudar na organização de todos os detalhes e contas, lembrar de seus compromissos e muito mais. Ao invés de contratar uma secretária fixa, por exemplo, e gastar com inúmeras burocracias no processo, você vai reduzir custos e pagar apenas pelas horas trabalhadas, já acertadas anteriormente com o freelancer.

Dica 2: Contrate um contador

Se você já conta com alguém para administrar sua agenda e datas de pagamentos, agora é a hora de lidar com o contador. Gerenciar as finanças pode parecer assustador, mas se você conta com o trabalho de um expert no assunto, as coisas fluem com tranquilidade.

Os contadores são profissionais capazes de aconselhar em situações de risco, evitar taxas atrasadas, calcular juros e investimentos… tudo para que você invista tempo e dinheiro no que realmente irá gerar resultado. Além disso, é ele que lida com seus impostos e outros compromissos financeiros.

Dica 3: Acompanhe tudo!

Quando o assunto é dinheiro, cada pequeno detalhe de sua empresa precisa ser registrado. Desde as pequenas despesas no dia a dia (como objetos de papelaria) até as grandes, como viagens a trabalho, precisam ser registradas e acompanhados por você.

Manter os recibos em arquivos próprios e organizados é uma boa maneira de fazer esse acompanhamento.

Dica 4: Contrate Freelancers

Como dissemos anteriormente, a forte tendência atual mostra que cada vez mais micro e pequeno-empresários investem na contratação de mão de obra freelancer.

A primeira e maior vantagem é óbvia: o profissional que trabalha na modalidade freelancer é expert em sua área, possui experiência em seu nicho e o valor pago sai muito mais em conta.

Na Workana você pode publicar seu projeto e aguardar pelas propostas de diversos profissionais, até escolher aquele que tem mais a ver com sua marca e que está oferecendo um ótimo serviço e que esteja dentro do seu budget.

Tem também a Workana Store, que é uma ótima maneira de contratar serviços específicos por um preço bacana, de forma ainda mais rápida do que pelos projetos.

E você ainda pode contratar um freela num projeto por hora, pagando apenas quando houver realmente trabalho a ser feito.

Dica 5: Invista em velocidade e confiabilidade

Tempo é dinheiro. Essa máxima super antiga faz todo o sentido na vida real, ainda mais se estivermos falando do negócio próprio. Se quiser que sua marca faça a diferença no mercado, invista no bem estar de seu negócio.

De uma forma mais clara, evite os “baratos” que saem “caro”. Digamos que você precisa de um determinado equipamento que custa R$1.000, mas encontrou uma máquina similar cujo valor é de R$600. Considere se a troca vale realmente a pena. Muitos empresários gastam rios de dinheiro com manutenções e consertos o ano inteiro. Então, imagine que, dependendo do que se trata, vale mais a pena investir em qualidade (mesmo que signifique pagar um pouco a mais a princípio) do que na economia irresistível. A longo prazo, você vai sentir a diferença!

Dica 6:  Faça melhorias

Reduzir custos também envolve inovar. Você pode se surpreender com o quanto as melhorias podem gerar atualizações importantes para sua marca e seu negócio.

Substitua tudo o que não estiver sendo útil, invista numa equipe remota, atualize softwares e maquinários, etc. Quando uma empresa trabalha com eficiência, as despesas serão sempre menores do que os lucros reais.

Dica 7: Aprenda a poupar

É normal que você queira aproveitar o lucro que sua marca lhe dá. Mas tenha em mente que poupar é preciso e necessário. Mais do que isso: poupar é um dever.

Economize ao máximo para começar a gastar apenas quando seu negócio já estiver estabilizado e funcionando de forma segura. Seu contador pode te ajudar com isso. Ele vai saber te guiar por datas de investimentos e outras situações, para que você possa desfrutar do seu salário como empresário sem comprometer o sucesso de seu negócio.

reduzir custos

Acesse agora mesmo a plataforma da Workana para conferir milhares de profissionais de diversas áreas como marketing, finanças, design e conteúdo, capazes de fazer da sua marca um verdadeiro sucesso!

Redatora e tradutora freelancer. Apaixonada por literatura, empreendimentos, novidades e tecnologia.

Inscreva-se à newsletter da Workana e mantenha-se atualizado