Ajustes do Ranking da Workana

Na Workana, valorizamos muitíssimo a capacidade de formar uma comunidade de profissionais de alto nível, capazes de entregar o melhor aos seus clientes. Queremos cuidar da qualidade dos trabalhos desenvolvidos na Workana e do serviço oferecido e, por isso, pareceu importante para nós sermos justos com aqueles profissionais que se comprometem com um resultado ótimo e apostam em relacionamentos sólidos com um cliente.

Com isso em mente, recentemente realizamos alguns ajustes na forma de calcular o ranking da Workana, outorgando mais importância aos seguintes fatores:

  • Por um lado, os projetos por hora que você realizou terão ainda mais peso na hora de se posicionar melhor no ranking e subir de nível;

  • Por outro lado, ter disputas impactará negativamente sua posição no ranking da Workana.

ajustes no ranking da Workana

Por que nos baseamos nestas variáveis?

Os projetos por hora são uma excelente opção para ter um projeto contínuo, sem prazo de conclusão específico, e ter maiores possibilidades de estabelecer um relacionamento de longo prazo com o cliente. Isso é fantástico, porque permite a você conhecê-lo completamente, entender com maior precisão as suas necessidades e como agregar valor verdadeiramente ao projeto, envolvendo-se e disponibilizando seu ponto de vista profissional (em um projeto por preço fixo, em geral, você fica muito mais limitado quanto aos prazos de entrega, quanto ao escopo do projeto e quanto ao tanto que você pode dedicar de si mesmo). Aqui na Workana, damos muito peso aos projetos por hora, justamente porque permiten estabelecer relacionamentos mais sólidos entre profissionais e clientes, conhecendo melhor um ao outro, estabelecendo uma boa base para a comunicação e tendo uma troca muito mais rica em conhecimentos e crescimento profissional mútuo.

Na outra face da moeda, estão as disputas. Muitas vezes, nem o cliente nem o profissional se dão conta do quão prejudicial pode ser chegar a essa instância, apesar de existir a mediação por parte da Workana. Ter que lidar com as diferenças na forma de trabalhar, falta de comprometimento ou diferenças no julgamento ou imcompatibilidade de expectativas com relação ao resultado esperado, definitivamente, não é o cenário ideal para nenhum dos envolvidos. Não se trata apenas de recuperar o dinheiro por parte do cliente, ou cobrá-lo por parte do profissional (ainda que a outra parte esteja discordando). Implica questões mais profundas, como perda de tempo, de recursos, de energia e uma experiência péssima para ambos. Por isso, insistimos tanto em cuidar do vínculo profissional-cliente, de um lado e do outro. Pontualmente, no que tange ao profissional, com esses novos ajustes no ranking estamos premiando os profissionais que souberam levar adiante boas relações com seus clientes e evitaram as disputas (e isso não quer dizer que uma ou outra vez não tenham havido problemas ou que não tenham tido que lidar com clientes difíceis…).

Na Workana, uma das nossas prioridades é formar uma comunidade de profissionais de alto nível, estável e sólida, que saiba se comprometer com o cliente, entregar o melhor de si e obter sempre resultados de qualidade. E acreditamos que essas mudanças vão ajudar muito nesse sentido 🙂

Se tiver dúvidas ou comentários, não deixe de nos escrever para suporte@workana.com e teremos prazer em responder 😉

Artigo original de Jesica Mraz
Tradução e adaptação de Analuísa Bessa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *