Trabalho Freelance: a revolução do #JovemFreela que descobriu sua verdadeira vocação!

Trabalho Freelance: a revolução do #JovemFreela que descobriu sua verdadeira vocação!

Meu nome é Juan, sou de Buenos Aires, Capital Federal… tenho 28 anos e me “dedico” a tecnologia desde que me lembro. Acho que nasci com um computador ao lado da incubadora, paixão herdada do meu pai (e levei para o mundo do trabalho freelance). Sou Analista de Sistemas e já estou quase me formando! Sim, me formando… e estou ansioso para que isso aconteça! ☺
Atualmente, atuo como Analista Funcional na Telefônica e como Desenvolvedor WEB de maneira Freelance. Cada vez mais Freelance do que Analista Funcional. O que me atraiu a esta maneira de trabalho foi a dinâmica, autonomia e administração do tempo, do meu tempo.

Comecei no mundo do trabalho freelance depois de 7 anos trabalhando em escritório, venho da velha escola, que você tem que estudar e trabalhar, e esse “trabalhar” sempre estava acompanhado de uma imagem do ambiente corporativo, em grandes empresas, crescer, e tudo mais que escutamos quando crianças…

Está claro que o objetivo era entrar em uma empresa, mas ao longo do tempo (no meu caso, como eu disse, 7 anos), me dei conta de que os dias eram monótonos, que as vezes havia pessoas muito difíceis de conviver, e além das tarefas serem sempre as mesmas, a principal coisa que me incomodava era a falta de motivação, senti que estava perdendo o meu norte
Então comecei a minha carreira como desenvolvedor WEB, verdadeiramente, mas além de adorar trabalhar com Sistemas, nunca fui apaixonado pelas teclas. Mas, com todo este incômodo dentro de mim comecei a buscar, pensar e tentar entender o que eu realmente gostava, o que queria para mim… E finalmente descobri que a minha vocação é desenhar, sempre foi… eu não me lembrava pelo fato de estar focado em crescer em uma empresa, havia deixado de desenhar quando comecei o último ano do Ensino Médio.

Ao começar a vida do trabalho freelance eu fiquei feliz, super motivado, via algo “além do horizonte”.

Então, desde a metade de 2015, venho me dedicando à carreira de Design e Desenvolvimento Web. Você deve estar se perguntando: e o que tem a ver? E, olha… poder realizar um design pessoal e transmitir em algo tangível é justamente o que eu gosto… Poder me sentar e esboçar/desenhar como quero que um site seja, com quais fotos, quais desenhos, de que maneira, é o que eu percebi que realmente me apaixona. E principalmente fazer algo que agrade ao cliente!

Hoje já tenho cerca de 10 trabalhos, 2 cursos realizados, colegas com quem compartilhar experiências e me sinto parte, me sinto motivado para seguir, para crescer no mundo do trabalho freelance.

Quero que você veja a minha breve história como algo que te inspire. Se você estiver na mesma situação, dedique tempo e você poderá descobrir o que realmente gosta de fazer e fazer da sua paixão a sua fonte de trabalho freelance. Além disso, poderá ter mais tempo para aproveitar a sua vida, correr, ir à academia, ver familiares, viajar… Poder fazer este tipo de trabalho te abre esta possibilidade.

Medo de não chegar ao final do mês? O que a sociedade implicitamente dita para a sua vida? Sim, você pode sentir um pouco de medo, mas não é impossível se organizar com o que você ganha, logo verá que o caminho vale a pena e você poderá desfrutar do que faz. O começo com certeza é o mais difícil, você deve estar focado para não perder de vista o seu objetivo, principalmente quando as coisas não saírem como você gostaria, mas a perseverança é fundamental.

A nível de organização, o que eu recomendo é:

  • Use uma agenda, anote as coisas que tem para fazer durante o dia e vá marcando o que já fez a medida que se cumpra.
  • Defina um prazo para cada uma destas tarefas, porque não é bom fazer só uma coisa durante o dia todo tendo outras que requerem o seu tempo e atenção, já que isso se transformará em uma bola de neve e terminará em monotonia.

Com foco e dedicação para cumprir os prazos, você será mais organizado e conseguirá entregas os trabalhos. Use aplicativos que ajudem a gerenciar tarefas ou cronometrar o tempo que dedica a cada uma delas, se necessário.

Depois, você pode ter muitos intervalos durante o dia… sempre e quando precisar descansar, mas não abandone o trabalho que está fazendo, porque isso leva a uma bola de neve que não para, e você acumulará muitas tarefas.

Vamos, jovens profissionais! Animem-se!

Juan Bonforti, freelancer de TI e Programação na Workana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *