Enviando feedback sobre entregas

como dar feedbacks ao profissionalQuando se trabalha com profissionais freelance que devem realizar entregas de trabalho, é fundamental seguir certo método organizado para dar feedbacks. Assim, serão evitadas numerosas voltas ou ajustes que não cumprem com o que foi requerido, problemas usuais quando o feedback e os comentários sobre o trabalho são enviados de forma pouco eficiente.

1.      Escreva os seus comentários

Inclusive, se o feedback for dado por telefone ou chamada de vídeo, é muito importante escrever os comentários. Desta forma, você terá certeza de que não esquecerá nada, além de ter a oportunidade de revisá-los. É muito comum notar que certo comentário é mais apropriado para outra fase do projeto, ou que dois comentários são, na verdade, parte de uma mesma questão, só para dar alguns exemplos.

2.      Ofereça uma visão a longo prazo

Embora seja correto dizer “este tom de azul não me convence, vamos buscar outro”, será ideal também conseguir que o freelancer entenda qual é o objetivo final e, assim, possa também acrescentar ideias que se aproximem de tal objetivo.

Outro foco é não fazer um comentário concreto, por exemplo, “não gosto deste azul”, mas sim sobre o problema, por exemplo, “precisamos de uma cor que se associe a grandes empresas automotivas”.

3.      Sustente as críticas

Em linha com o ponto anterior, é útil que os comentários, tanto positivos quanto negativos, tenham uma sustentação objetiva. Isto ajudará que o profissional entenda melhor o que está funcionando ou não e, assim, trabalhe nesses pontos.

4.      Oferecer referências

Costuma ser muito útil ter referências de outros trabalhos, tanto de exemplos a seguir quanto de coisas que se devem evitar, já que são elementos concretos e facilmente analisáveis.

5.      Esteja aberto ao “feedback do feedback”

Partindo do princípio de que você trabalha com um excelente profissional, será muito útil escutar também os seus comentários e sua contribuição com relação ao que foi dito.

6.      Evite somar muitas pessoas ao processo

É normal que você queira uma segunda opinião, mas às vezes, em excesso, isso faz com que o processo demore ou acrescenta visões que acaba, não contribuindo de forma tão valiosa. O ideal é que a sua opinião seja bem formada e produtiva.

Agora, aplique esses passos a cada vez que você for dar feedback com relação ao trabalho de sua equipe e busque sempre somar, motivando o profissional a trabalhar cada vez melhor e com maior envolvimento. Tem alguma dica a acrescentar à nossa lista? Comente abaixo! 😉

Artigo de Alejandro Kikuchi
Tradução e adaptação de Analuísa Bessa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *