Particularidades de trabalhar com freelancers fixos

dreamstimefree_186042
© Atee83 | Dreamstime Stock Photos

Como já comentamos antes, trabalhar com freelancers traz muitos benefícios. No entanto, é válido ter em conta que “trabalhar com freelancers” é muito amplo, já que, dentro desse universo, existem diversas modalidades de terceirização. Então, não é a mesma coisa ir trocando de profissionais do que trabalhar sempre com os mesmos; e, dentro dessa possibilidade, também é diferente o trabalho esporádico (a cada 3 meses, por exemplo) do que ter uma relação laboral diária.

Trabalhar com freelancers fixos (ou seja, sempre os mesmos) e com uma estreita relação de trabalho tem algumas particularidades que não existem ou são muito distintas quando alguém contrata um freelancer esporadicamente. Vejamos algumas:

O freelancer terá certa sensação de “pertencer” ao projeto

Tanto faz se o profissional dedica 3 ou 30 horas por semana ao nosso projeto, estando em contato constante conosco como clientes e viver, semana a semana, o desenvolvimento do projeto é algo que gerará uma sensação de pertencer, de fazer parte do negócio. Com isto em mente, pode ser construtivo manter o profissional informado sobre o avanço do negócio e dar a ele uma visão mais global, o que permitirá que ele tenha motivações adicionais, além de apenas fazer seu trabalho e receber seu pagamento.

Relações humanas

Quando uma pessoa trabalha com outra, seja como freelancer ou não, é natural que sejam desenvolvidos vínculos que vão além do estritamente profissional. Não implica necessariamente formar uma amizade com a pessoa, mas sim conhecê-la melhor do que conheceria normalmente, se fosse um freelancer contratado para uma tarefa específica e nada mais. Isso tem o ponto positivo de, assim como viajar, nos permitir conhecer diversas personalidades, com seus gostos e pontos de vista únicos, o que ajuda a nos enriquecer culturalmente e contemplar as coisas de várias formas diferentes. Isso tem a ver com um ponto que mencionamos antes, no post sobre exercitar a criatividade.

Oportunidade de descobrir novos talentos

Depois de superados os medos de contratar um freelancer e trabalhar regularmente com uma pessoa, é possível descobrir que o profissional tem talentos ou habilidades adicionais àquelas contratadas inicialmente. Por exemplo, podemos ter contratado o profissional para escrever em um blog. Conforme o tempo foi passando e tivemos contato com a pessoa, pudemos descobrir talentos além da redação criativa, como habilidade para design, para montar um site web ou em WordPress. Se isso funcionar, em vez de precisarmos procurar outro profissional, negociar tarifas e trabalhar nossa confiança em uma pessoa nova, podemos terceirizar a um freelancer com quem já trabalhamos, o que é mais eficiente.

Possibilidade de expansão

Se alguém trabalha com um freelancer com quem está muito satisfeito, futuramente, essa pessoa pode desenvolver um outro vínculo profissional mais estreito, que resulte em benefícios para ambos.

Compromisso bilateral

Quando temos uma relação profissional mais próxima do que teríamos com um freelancer esporádico, é importante lembrar do compromisso que isso implica: por exemplo, é natural esperar que o freelancer avise quanto tempo de férias irá tirar, de modo que possa organizar seu trabalho, assim como também é natural que ele precise de certa visão do futuro, para que possa prever como o volume de seu trabalho será afetado.

Você tem experiência trabalhando com freelancers de forma permanente? Com que outros aspectos únicos você se deparou?

Texto original de Alejandro Kikuchi
Tradução e adaptação de Analuísa Bessa
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *