Uma empresa nas nuvens

É verdade o que dizem: a chave para perdurar é se adaptar. É fundamental para a sobrevivência das espécies e das empresas.

Vejamos então como criar uma empresa com a mais avançada capacidade de evoluir que existe. Uma empresa na nuvem.

empresa_nuvemExiste uma teoria que indica que cada pessoa tem uma quantidade específica de skills para explorar em seu dia a dia. Agora é possível se focar em desenvolver a visão da empresa, a direção e a estratégia, já que encontrar os recursos que se encarreguem de tudo é mais fácil do que você imagina.

Hoje nós explicaremos como armar uma equipe de trabalho flexível com diversos recursos através da Workana.

Todo negócio é composto por pelo menos três itens:

1.- A destinada a conseguir clientes

2.- A que se encarrega de elaborar o serviço ou produto a vender

3.- A que se encarrega de questões administrativas

A única coisa que nos resta agora é identificar o que queremos oferecer. Não há limite de matéria ou categoria com a qual sonhamos.

Podemos montar uma empresa dentro da nuvem com tudo o que precisamos.

1.- CONSEGUIR CLIENTES – Perfis:

2.- ELABORAÇÃO DE PRODUTO – Perfis:

  • Designers (logo, imagem de empresa, vídeos, packaging, sites)
  • Desenvolvedores (apps, software para PMEs, sites, ferramentas online)
  • Locutores (narrações, vídeos institucionais, publicidades online)

3.- QUESTÕES ADMINISTRATIVAS – Perfis:

  • Consultores legais e contábeis
  • Assistentes Virtuais
  • Executivos administrativos para organização e armação de estrutura

Com a assistência personalizada de um executivo da Workana, é possível montar uma equipe de trabalho que funcione sob demanda e seja remunerada pelo trabalho realizado.

E se quiséssemos oferecer um produto de TI que não manejamos, a Workana também nos oferece a possibilidade de contactar um Project Manager que nos ajude e nos dê consultoria para a direção de projetos de desenvolvimento.

Nos permite:

  1. Provar uma atividade nova, paralelo com a nossa principal
  2. Oferecer produtos novos a nossos clientes estáveis
  3. Abrir uma unidade de negócio virtual de nossa atividade principal

Em quais campos você está? A,B ou C?

Uma vez que o identifique, o passo seguinte é escolher o serviço ou produto que queremos oferecer. Abrir um projeto com a primeira busca e começar a trabalhar com o Executivo da Workana e os candidatos para avançar.

O risco e o custo são muito baixos em comparação com o potencial de tentar.

Tudo isto com a comodidade de poder administrá-lo em qualquer lugar do mundo que quisermos, escutando Sting (ou a música que mais nos motive, inclusive Justin Bieber).

Em frente então, para a nuvem!


Autor: Alejandro Gonzalez

2 Comentarios
  1. Um desafio que vejo nesse modelo é a gestão de direto autoral, principalmente no que diz respeito a desenvolvimento de software, onde os desenvolvedores que trabalham em seus próprios ambientes tem liberdade copiar e utilizar em parte ou por completo o código desenvolvido para outros projetos, inclusive em concorrentes. A gerencia de projetos também acho complicada de trabalhar nesse cenário.

    1. Olá Michel,

      Agradecemos o seu feedback. O que você comentou está certo, mas a realidade é que isso depende da ética do desenvolvedor, aspecto que sempre destacamos na Workana como um dos pilares de todo bom profissional. Ao mesmo tempo, o cliente sempre pode pedir ao profissional que firme um acordo de propriedade intelectual antes de compartilhar os detalhes do seu projeto ou antes de aceitar a proposta e começar a avançar no desenvolvimento.

      Por outro lado, o gerenciamento de projetos de TI a distância pode ser um desafio, mas hoje em dia, com as tecnologias, metodologias e ferramentas que existem, é totalmente viável e em muitos casos até mais conveniente do que ter uma equipe presencial.

      Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *