Ivan O. freelancer experto en PHP, Java, WordPress

Ivan O.

vi, vim venci

2.90 / 5

Brasil
Valor hora:

R$ 40,00

Programación y Tecnología

Habilidades (Máximo: 5)
¡Atención! Freelancer con 2 incumplimientos de 16 proyectos
Calificaciones de clientes
2 clientes contrataron a Ivan O. en más de una ocasión.
Freelancer Vangua.

"Excelente Profissional, sempre dou preferência para trabalhar com ele. Já realizou alguns projetos e super recomendo"

Brasil Vangua. Hace 2 años

Ajuste em site Wordpress

WordPress

Freelancer Michel d. O.

"O Ivan é um excelente profissional solicito, educado, prestativo e sempre procura entregar além do que foi lhe proposto com certeza indico e com certeza fara parte de futuros projetos meus. Obrigado Ivan Oliveira pelo ótimo trabalho."

Brasil PROMichel d. O. Hace 2 años

Site de gerenciamento de loja de bijux

HTML5AJAXCSSWordPress

Freelancer alberto g. H. E. e. T. L.

"Ótimo profissional, realizou a contento as modificações solicitadas, devido a dificuldade de integração achei que uns 10 dias seriam necessários realizou em três recomendo a todos, ele já esta trabalhando em outros projetos nossos"

Brasil alberto g. H. E. e. T. L. Hace 2 años

Designer para site integracao admin

PHPMySQLHTML5Bootstrap

Freelancer Vangua.

"Excelente profissional, atento, educado e além das expectativas. Realiza seu trabalho e sempre vai além. Privilégio trabalhar com ele"

Brasil Vangua. Hace 2 años

Loja E-comerce

WordPressHTMLCSS

Freelancer Tercio P.

"Bom Profissional recomendo fez alguns ajustes que não estava no orçamento."

Brasil PROTercio P. Hace 2 años

Revisão de dois sites

CSSHTML5Tiendas virtuales (ecommerce)Diseño Gráfico

Freelancer Naftaly S.

"Excelente profissional, dedicado, aberto a sugestão, também dá ideias, apresenta resultados, focado em exceder a expectativa do cliente. Recomendo!"

Brasil PRONaftaly S. Hace 2 años

Loja virtual - roupas

Sobre mí
Sou programador Java EE. Possuo conhecimentos avançados nessa área, tais como ligação com banco de dados, encapsulamento de informações, biblioteca swing e sei lidar com alguns frameworks como Hibernete e primeface.

Já participei e já desenvolvi trabalhos a nível regional e nacional durante meu estágio no Tribunal do Trabalho da 8ª região. Lá tive a oportunidade de trabalhar com Java voltado para web, gerenciadores de conteúdo como Joomla e Wordpress fora o Know How em trabalhar em uma equipe de médio porte no estado do Pará. Trabalhei nessa equipe como estagiário durante dois anos. Infelizmente a legislação brasileira só permite esse tempo de permanência em um estágio.

Cerca de três meses depois de formado, prestei seleção para mestrado em uma área muito nova e que já tinha ouvido falar apenas por jornais e revistas brevemente, chamada: bioinformática. Passei em terceiro lugar na seleção e agora em 2016 vou apresentar os meus resultados da pesquisa que já estão prontos para obter meu título de Mestre. Segundo a CAPES, a bioinformática faz parte da Biologia I, mais especificamente da genética. Bioinformática é uma subárea da genética que utiliza os recursos computacionais, apoiados em algum modelo matemático e estatístico para desenvolver softwares que vão gerar soluções. Embora seja na biologia, quase que absolutamente não tem nada a ver com o “bios”, tanto que nem trabalhamos com luvas, matérias orgânicas e etc. O trabalho do bioinformata é analisar o código genético do indivíduo e detectar moléstias, produzir fármacos personalizados dentre outros. É uma linha de pesquisa extremamente nova na informática e que em poucos anos tende a ficar mais e mais popular e acessível. Permitindo a administração de remédios específicos para o seu genoma, ou dectar futuras moléstias que podem ser evitadas com certos hábitos de vida, por exemplo.

Desenvolvi cerca de três softwares de bioinformática nesse período. Infelizmente o mestrado não me deu chance de programar tanto quanto eu gostaria. Os softwares que desenvolvi foram em momentos de folga que eram raros, pois a carga de estudos em genética é muito alta.

Durante meu mestrado o contato com o Linux foi de 90%. Quase todos os softwares são produzidos para essa plataforma. Além disso, ministrei um mini curso sobre Linux para o laboratório que fazia parte e mais um outro de química em um treinamento que durou uma semana. Entrei com um inglês razoável e saí com um bom inglês. Cerca de 90% de todo conteúdo produzido é em inglês.

Eu gostaria de ter oportunidade de programar bem mais, essa é a profissão que eu me identifico: programador. Embora também seja técnico em informática e professor.

Eu não me importaria em trabalhar em um ambiente em que ganhasse um pouco a menos, mas tivesse oportunidades grandes de trabalhar e resolver problemas computacionais com a minha equipe, aprendendo um pouco mais.
Historia laboral
Tribunal Regional do Trabalho da 8ª REgião

Proyectos finalizados: 13

Proyectos en curso: 3

Último login: Hace un año

Registrado: Hace 2 años