Cotação de frete

Evaluando propuestas

Publicado: Hace 4 meses Plazo: No definido Propuestas: 10 Freelancers interesados: 14

Abierto

Descripción:

Cotação de Fretes

1. Login 1
2. Upload 1
2.1. Parametrização 2
2.2. Layout fixo 3
2.3. Amostra 4
2.4. Layout flexível 5
2.5. Atributos do volume separados 6
2.6. Arquivo de volumes 7
2.7. Atributos do volume inserido no mailing 7
3. Acompanhamento 8
4. Download 8
4.1. Layout do arquivo processado 8
5. O processo de cotação 9
5.1. Validação e classificação de mailing 10
6. Manutenção de tabelas de frete 10
7. Cotação Projetada 10
8. Cadastro de Produto 11

1. LOGIN

O usuário tem acesso à aplicação com identificação de id de usuário e senha.

2. UPLOAD

O usuário deve, para criar uma nova cotação, submeter para upload o mailing de entregas.

O arquivo do mailing deve ser do tipo TXT ou Excel.

O mailing deve conter todos os campos necessários para processamento das cotações, devidamente preenchidos:
• Endereço completo de destino.
o Os campos UF, Cidade e CEP devem estar preenchidos e em colunas próprias, estes campos serão usados na validação do arquivo e classificação de rota/fornecedor.
• Identificação/Código do volume.
• Valor unitário do volume de entrega.
• Peso do volume de entrega.
• Cubagem do volume de entrega.
• Quantidade de volumes de entrega.

A aplicação deve apresentar progresso de upload e confirmar sucesso de recebimento ao final.

2.1. PARAMETRIZAÇÃO

Após o upload do mailing o usuário deve informar:
• UF/Cidade de origem.
• Prazo máximo.
• Priorização (mais barato / mais rápido).

Após confirmar parametrização a aplicação deve informar que o processamento foi iniciado com sucesso.

2.2. LAYOUT FIXO

O layout fixo esperado para carga de arquivos de mailing pode ser verificado abaixo:

• É possível notar que para cada tipo de volume que compõe a entrega, deve existir um conjunto das colunas: ID, Peso, Altura, Largura, Profundidade, Quantidade e Valor.

• As propriedades do Item devem estar dispostas sempre nesta ordem.
• O primeiro volume que compõe a entrega deve estar disposto a partir da sexta coluna.

2.3. AMOSTRA

Abaixo é possível conferir um exemplo de um arquivo de mailing layout fixo.

2.4. LAYOUT FLEXÍVEL

O layout flexível é caracterizado por permitir o mapeamento de arquivos de mailing em diversos formatos.

O sistema deverá disponibilizar um controle de mapeamento de colunas logo após a conclusão do upload do arquivo.

A interface de mapeamento do mailing deve oferecer todas as opções de campos utilizadas no processamento.

Os menus de seleção de mapeamento devem listar os seguintes campos:
• Atributos de endereçamento da entrega.
o Logradouro
o UF
o Cidade
o CEP
• Atributos dos volumes.
o ID
o Peso
o Altura
o Largura
o Profundidade
o Quantidade
o Valor
Visando atender uma boa variedade de layouts de mailings, algumas variantes de layouts devem ser atendidas pela interface de mapeamento.

2.5. ATRIBUTOS DO VOLUME SEPARADOS

Ocorre quando no arquivo de mailing estiver preenchido somente o campo Quantidade de um determinado tipo de volume.

Quando esta situação for detectada pelo sistema, uma segunda tela de mapeamento deve ser apresentada para que o usuário possa mapear os atributos de um ou mais volumes diferentes.

Abaixo um modelo de como deve ser esta tela:

Para que o sistema atribua corretamente os atributos do volume de entrega, como medidas, peso e valor, será necessário que o sistema receba esses dados através de um formulário de cadastramento de referência de volumes ou permita o upload de um arquivo que contemple esses dados com as devidas referências aos volumes.

2.6. ARQUIVO DE VOLUMES

É possível que o usuário opte por informar um arquivo com os atributos dos volumes, principalmente se a variedade de volumes for muito grande:

O arquivo de volumes deve apresentar o seguinte layout:

2.7. ATRIBUTOS DO VOLUME INSERIDO NO MAILING

Há situações onde os atributos dos volumes estão contidos no próprio mailing, nestes casos não há necessidade de uma segunda tela de mapeamento.

É preciso notar que para linhas diferentes do mailing poderá haver volumes descritos de formas diferentes.

3. ACOMPANHAMENTO

A aplicação deve apresentar a listagem de todos os mailings submetidos e o status de processamento.

Ao clicar em um determinado mailing, deverá abrir uma tela de status/relatório.

Se a cotação estiver finalizada, deverá aparecer relatório de melhores cotações semelhante à www.trivago.com.

Nota: Relatório ainda a definir.

4. DOWNLOAD

Ao concluir o processamento do mailing, além de exibir o relatório, o painel de visualização deve apresentar botão de download do arquivo processado.

Deverá ainda ser possível escolher uma dentre as cotações sugeridas para download.

O arquivo processado deve ser no formato TXT ou Excel, deverá ser possível a escolha do formato de arquivo.

4.1. LAYOUT DO ARQUIVO PROCESSADO

O arquivo de mailing processado deve conter todos os campos submetidos no processo de upload acrescidos dos dados calculados pelo processo de cotações.

Layout ainda a definir, porém, alguns fundamentos:
• Para cada item de entrega do mailing (cada linha) deve apresentar um campo para cada fornecedor/modal contendo o valor do frete total para este fornecedor/modal mesmo que este frete não tenha sido o escolhido como melhor cotação.

• Se um determinado fornecedor/modal não for elencado para nenhum item de entrega não há necessidade de a coluna do mesmo existir.

• Deverá apresentar uma coluna para o frete vencedor.

• Deverá apresentar para cada frete apresentado, vencedor ou não, uma forma de visualizar a memória de calculo.

• Deverá apresentar uma coluna de código de processamento para indicar se o registro foi processado com sucesso, rejeitado ou se não foi possível encontrar uma alternativa de frete.

5. O PROCESSO DE COTAÇÃO

Abaixo o ciclo de processamento a ser executado para cada volume de entrega do mailing:

1. Identificar todas as possíveis Rotas-Distribuidor filtradas por UF de origem, UF de destino e CEP de destino.

2. Filtrar as rotas encontradas por prazo de entrega, o prazo de entrega está associado ao CEP de destino.

3. O prazo de entrega poderá ter uma tolerância de atraso.

4. Para cada Rota-Distribuidor deverá classificar como Interior/Capital com base no CEP de destino.

5. Identificar o enquadramento do peso da encomenda na lista de pesos e valores da rota, utilizar no enquadramento a classificação de região do item anterior.

6. Executar o cálculo das tarifas do frete. *Detalhar formula.

7. Somar a tarifa do frete calculado com as demais taxas que estão associadas com a rota e CEP de destino. Ex: Pedágio, Taxa de retirada, Taxa de entrega, etc.

8. Vincular ao registro do mailing o total calculado.

9. Vincular ao registro do mailing a referência à tarifa e memória de calculo encontrada.

10. Repetir o procedimento para todas as Rotas-Distribuidor encontradas.

Após todas as linhas serem processadas, deve ser feita a análise da melhor cotação calculada para cada linha do mailing, a melhor cotação depende do valor do preenchimento da parametrização, hora poderá ser orientada a preço, hora poderá ser orientada a prazo.

As sugestões de cotações alternativas, seja por tolerância de atraso, seja por tolerância de preço devem ser calculadas.

Deve se calcular a média de previsão de entrega.

Estes somatórios e médias serão usados para exibir na tela de relatório da cotação.

5.1. VALIDAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE MAILING

Os campos utilizados para classificação e calculo de cotação devem estar preenchidos corretamente.

Os registros que não passarem na validação, deverão ficar fora do calculo de frete e devem ser contabilizados no relatório final como “Rejeitados”.

Para que seja possível aplicar as regras de endereçamento e validação, a aplicação deve manter um banco de dados interno contendo o DNE (Diretório Nacional de Endereços) do Correios (Atualizado).

6. MANUTENÇÃO DE TABELAS DE FRETE

O sistema deve manter as tabelas de frete o mais atualizadas possível.

Para isso deve conter módulos de automação de carregamento dessas tabelas diretamente do fornecedor.

Alguns fornecedores disponibilizam suas tabelas no formato Excel, outros fornecem WebServices para serem consumidos, deverá haver automatização para carregamento de ambos os modos.

Alguns fornecedores não disponibilizam um meio formal de suas tabelas e preços, para esses casos o sistema deverá dar a opção de carregar tabelas de preços preenchidas manualmente em Excel e também permitir atualização de preços diretamente na tela da plataforma via formulários de atualização.

7. COTAÇÃO PROJETADA

O sistema deve manter calculado o percentual de distribuição por região com base em histórico.

Esses dados históricos podem ser obtidos diretamente no DataTracking.

Ao iniciar uma Cotação Projetada o usuário deverá informar os diferentes tipos de volumes e o total geral de distribuição, além de informar, tal qual na cotação regular, o prazo máximo de entrega.

O sistema deve se encarregar de calcular a distribuição com base nos percentuais históricos.

O resultado deste tipo de cotação é tão somente o relatório de opções de frete.

8. CADASTRO DE PRODUTO

Permitir que o sistema leia o cadastro de produtos do sistema de estoque (SGCORP).

O sistema deve obter os atributos dos volumes, nomes, códigos e descrição.

O sistema deve apresentar uma tela de busca para selecionar produtos do cadastro de produtos do SGCORP.

A tela de busca de produtos deve ser chamada por um botão na tela de mapeamento de volumes.

As buscar por produtos será feita diretamente no banco de dados do SGCORP.


Categoria: IT & Programação
Subcategoria: Programação
Qual é o alcance do projeto?: Criar um novo site personalizado
Isso é um projeto ou uma posição de trabalho?: Um projeto
Tenho, atualmente: Eu tenho especificações
Experiência nesse tipo de projeto: Sim (Eu já gerenciei esse tipo de projeto)
Disponibilidade requerida: Conforme necessário
Funções necessárias: Desenvolvedor, Gerente de projetos

Freelancers que ya aplicaron para este trabajo

Mauro M. Tecnólogo e programador com curso superior completo. possuo grande experiência no planejamento e desenvolvimento de sistemas de grande porte em PHP, UML, Postgre e Mysql, Jquery, Ajax e JSON. Atualmente estou desenv... + detalles

sergio l. Trabalho na area de informatica desde 1984 Consultor e desenvolvedor de sistemas em diversas areas Facilidade em entendimento da necessidade com pouca orientação + detalles

Pedro A. M. Aluno do curso de bacharelado em Ciência da Computação no IFNMG campus Montes Claros, com experiência em C/C++, Java, Android, microcontroladores ATMEGA, Arduino e fluente em Inglês. + detalles

UELINTON M. S. Atualmente trabalho com Desenvolvimento em uma Consultoria. Utilizo as seguintes tecnologias, .Net, asp.net, C#, bootstrap, javascript, JQuery, windowsForm WebForm. SGBD - SQL Server ; IDE - Visual Studio 2008, ... + detalles

Marcelo A. A. Sou analista / desenvolvedor de sistemas web, formado em engenharia da computação e trabalho profissionalmente com web desde 2009. Participei do projeto e desenvolvimento de 6 grandes sistemas utilizando o seguint... + detalles

Crea tu propio proyecto

¿Buscas un freelancer para realizar un proyecto similar? Crea tu propio proyecto y recibirás ofertas de los mejores freelancers.